sábado, 13 de outubro de 2018

Professor/a... Educador/a...



A Força do Professor

Um guerreiro sem espada
sem faca, foice ou facão
armado só de amor
segurando um giz na mão
o livro é seu escudo
que lhe protege de tudo
que possa lhe causar dor
por isso eu tenho dito
Tenho fé e acredito
na força do professor.

Ah... se um dia governantes
prestassem mais atenção
nos verdadeiros heróis
que constroem a nação
ah... se fizessem justiça
sem corpo mole ou preguiça
lhe dando o real valor
eu daria um grande grito
Tenho fé e acredito
na força do professor.

Porém não sinta vergonha
não se sinta derrotado
se o nosso pais vai mal
você não é o culpado
Nas potências mundiais
são sempre heróis nacionais
e por aqui sem valor
mesmo triste e muito aflito
Tenho fé e acredito
na força do professor.

Um arquiteto de sonhos
Engenheiro do futuro
Um motorista da vida
dirigindo no escuro
Um plantador de esperança
plantando em cada criança
um adulto sonhador
e esse cordel foi escrito
por que ainda acredito
na força do professor.

Bráulio Bessa






sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Dia da Mãe e de suas Crianças!





Que as nossas crianças conheçam o "Menino Jesus"...

Que as nossas famílias responsabilizem-se por suas crianças...

Só assim teremos um Núcleo Familiar Feliz!

Muita Luz a todos!

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Maria Bethânia - Romaria





Momento orante e de reflexão para nossos dias turbulentos...

Faça sua oração, sua prece... Conecte-se com sua espiritualidade...

Só assim, unidos, seremos fortes!


segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Ternura da Presença

Acontece que um olhar possa curar.

Acontece, por vezes, que as palavras sirvam para sarar.

Acontece, muitas vezes, que o tempo seja apaziguador.

Acontece, algumas vezes, que a fé sirva de alívio.

Acontece, sem dúvida, que a confiança possa servir de amparo.

Mas acontece, sempre, que o 'amor-ternura':

 cura, traz a paz, alivia e ampara.

Disso estou certo.

Tem confiança no 'amor-ternura' que trazes contigo.


Do livro: "Cativando a Ternura" - Jacques Salomé


sábado, 6 de outubro de 2018

PACATO CIDADÃO - SKANK



Oh! Pacato Cidadão! Eu te chamei a atenção Não foi à toa, não C'est fini la utopia Mas a guerra todo dia Dia a dia, não... E tracei a vida inteira Planos tão incríveis Tramo a luz do sol Apoiado em poesia E em tecnologia Agora à luz do sol... Pacato Cidadão! É o Pacato da Civilização Pacato Cidadão! É o Pacato da Civilização... Oh! Pacato Cidadão! Eu te chamei a atenção Não foi à toa, não C'est fini la utopia Mas a guerra todo dia Dia a dia, não... E tracei a vida inteira Planos tão incríveis Tramo a luz do sol Apoiado em poesia E em tecnologia Agora à luz do sol... Pra que tanta TV Tanto tempo pra perder Qualquer coisa que se queira Saber querer Tudo bem, dissipação De vez em quando é bão Misturar o brasileiro Aaaaai! Com alemão Pacato Cidadão! É o Pacato da Civilização... Oh! Pacato Cidadão! Eu te chamei a atenção Não foi à toa, não C'est fini la utopia Mas a guerra todo dia Dia a dia, não... E tracei a vida inteira Planos tão incríveis Tramo a luz do sol Apoiado em poesia E em tecnologia Agora à luz do sol... Pra que tanta sujeira Nas ruas e nos rios Qualquer coisa que se suje Tem que limpar Se você não gosta dele Diga logo a verdade Sem perder a cabeça Sem perder a amizade... Pacato Cidadão! É o Pacato da civilização Pacato Cidadão! É o Pacato da civilização... Oh! Pacato Cidadão! Eu te chamei a atenção Não foi à toa, não C'est fini la utopia Mas a guerra todo dia Dia a dia, não... E tracei a vida inteira Planos tão incríveis Tramo a luz do sol Apoiado em poesia E em tecnologia Agora à luz do sol... Consertar o rádio E o casamento é Corre a felicidade No asfalto cinzento Se abolir a escravidão Do caboclo brasileiro Numa mão educação Na outra dinheiro... Pacato Cidadão! É o Pacato da Civilização Pacato Cidadão! É o Pacato da Civilização...(2x) Pacato Cidadão! É o Pacato Da Civilização! Da Civilização!

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Renascer



Um tempo para apagar, sair, desconectar

Voar como um pássaro em busca de ninho acolhedor

Ir longe, muito longe, sem deixar rastos reconhecíveis

Não mais voltar a tristes pensamentos e ações

Mudar, trocar de pele, reinventar-se

Abolir toda e qualquer tristeza da alma

Iluminar-se com a Luz protetora e amorosa

Que se faz presente no reencontro embriagante

Da vida pela vida

Que seja pela paixão embriagante

De se estar vivo

E existir por nós.

Célia Rangel


segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Homenagem!

Nesta foto tirada em 15 de janeiro de 2010, o cantor e compositor francês Charles Aznavour concede entrevista após a gravação, com uma dúzia de rappers franceses e pop stars, um videoclipe para arrecadar fundos para o Haiti em Paris. — Foto: Bertrand LANGLOIS / AFP


Charles Aznavour, cantor francês do sucesso 'She', morre aos 94 anos.
Em carreira de mais de 80 anos, popstar francês vendeu mais de 100 milhões de discos. Hit lançado em 1974 ganhou versão em inglês e entrou na trilha de 'Um lugar chamado Notting Hill'.

https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/2018/10/01/charles-aznavour-cantor-frances-do-sucesso-she-morre-aos-94-anos.ghtml 

https://www.youtube.com/watch?v=B_TIphlJq40

Mais em:
https://youtu.be/yZLRrNFZN50