domingo, 22 de outubro de 2017

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...


Mário Quintana


sábado, 21 de outubro de 2017

É preciso repensar...


ESCOLA: TEMPO E ESPAÇO DE AMIZADE

Lauro Daros

            Sobre amizade, superficial é criar poemas e canções. O próprio ato da amizade é a melhor arte. É simples observar quantos gestos, pequeníssimos e grandiosos, se praticam no cotidiano. Não é necessário se declarar amigo: basta agir como amigo.  

            A escola é campo fértil para sementes de amigos, onde se reúnem e convivem gerações: crianças, adolescentes, pais, avós, educadores. A escola é período áureo para encontros belos e profundos para toda a vida.

 Se a realidade é deserta, a escola é oásis que se amplia e transpõe fronteiras. As ternas e eternas amizades, em geral, iniciam-se na escola. Não há ninguém que não mantenha guardadas no coração pessoas especiais da época escolar.

O amigo autêntico conhece bem o dom da gratuidade. A amizade pura é nobre e não precisa trazer lucros materiais e afetivos. Essas vantagens podem até acontecer, mas naturalmente, como efeito, não como causa. Eis a maravilha da amizade!

Chantagens emocionais e segundas intenções, por isso, não cabem entre amigos. As chantagens e as segundas intenções escravizam e descartam. Reduzem o sujeito a objeto manipulável, em vez de reconhecê-lo imagem e semelhança de Deus.

Para que a escola seja celeiro de amizades legítimas, há de ir além do horizonte racional. Outras dimensões devem compor a paisagem escolar: ética, espiritualidade, sociabilidade. Esses valores combatem o individualismo e a competição nociva.

Amigos sempre desejam o bem para si e para os demais. Não é o bastante ser bom um para o outro. A bondade dos amigos se amplia e contagia os ambientes dos quais fazem parte: a família, a escola, a igreja, o clube, o trabalho.

A alegria dos amigos também não se represa. Assim como a bondade, a alegria transforma a existência e a vida. Quem é capaz de ser amigo real possui bons amigos e percebe o mundo um cenário feliz. A alegria é magia que toca e converte.

Sinceridade e transparência purificam a amizade e promovem crescimento. O amigo não permite que o outro se afunde em erros; por isso é transparente ao abrir-lhe os olhos e sincero ao mostrar-lhe os perigos de seu jeito de ser.  Isso é magnífico!

Quando se harmonizam, a palavra e o silêncio são ouro. O silêncio é cômodo e a palavra não é incômoda. O amigo não aborrece: sabe quando se afastar e quando se aproximar; sabe quando calar e quando falar.

Se imensa é a tarefa da escola para com o conhecimento, essencial é sua missão para com as relações sociais. A escola sempre será vital para se aprender a amar as diferenças e a fazer amigos.

A escola, ao favorecer múltiplos momentos para que corações se aproximem e estabeleçam experiências amáveis de vida, está cultivando multiplicadores de amizades para além do espaço e do tempo escolar. Está educando bons cidadãos. Eis divina arte!


                                                                                      

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Humildade ao envelhecer


Abra espaço para corpos jovens
Não adianta ter mente jovem se o seu corpo não mais acompanha...
Partilhe a sabedoria e o conhecimento adquiridos
Assuma sua mediocridade,
Submeta-se sempre às novas aprendizagens e tecnologias...
Isso rejuvenesce!
Não comparar com o que você foi... ou fez...
Ou o cansativo chavão: “no meu tempo não era assim...”
Isso envelhece!
O seu tempo agora é outro...
Autenticidade e simplicidade em ser o que você é...
Aprenda a perdoar e a pedir o perdão...
Isso é inteligência!
Abra suas mãos e seu coração...  
Nascemos de mãos fechadas.
Morremos com as mãos espalmadas.
Saiba doar e receber...
Pratique a gratuidade em tudo!
Nossa vida é fugaz... passagem meteórica...
Tudo se esvai!
Fica o amor vivido... sofrido... gozado... amado realmente...
Ficam momentos de felicidade... eternas lembranças
Delicie-se com as boas sementes deixadas!
Amargura, decepções, apague não vale a pena, preze sua pressão arterial...
Mantenha sempre sua mente no azul das emoções!
Sonhe... viaje ao infinito...
Seu pensamento é o único lugar onde você é realmente livre...
Usufrua! Delegue! Esqueça! Viva! Ame! E deixe viver....


Célia Rangel




domingo, 15 de outubro de 2017

Ao Professor/a - Educador/a...


Oração do Professor

Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,
Dai-me esta graça que vem do amor.
Mas, antes do ensinar, Senhor,
Dai-me o dom de aprender.
Aprender a ensinar
Aprender o amor de ensinar.
Que o meu ensinar seja simples,
humano e alegre, como o amor.
De aprender sempre.
Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.
Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe
Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.
Que meus conhecimentos não produzam orgulho,
Mas cresçam e se abasteçam da humildade.
Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,
Mas animem as faces de quem procura a luz.
Que a minha voz nunca assuste,
Mas seja a pregação da esperança.
Que eu aprenda que quem não me entende
Precisa ainda mais de mim,
E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.
Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender,
Para que eu possa trazer o novo, a esperança,
E não ser um perpetuador das desilusões.
Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender
Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

 Autor: Antonio Pedro Schlindwein




quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Homenagem


   As cores vibrantes, marca do artista plástico pernambucano Romero Britto, deram cor e novos traços à imagem de Nossa Senhora Aparecida. Ele pintou um quadro em homenagem ao jubileu da padroeira e doou a obra para o Santuário Nacional.

Ele fez a pintura a pedido da Rede Vanguarda, que convidou oito artistas brasileiros a retratarem Aparecida nos 300 anos do encontro da imagem no rio Paraíba do Sul.

     Além de Romero Britto, o cartunista Maurício de Sousa e o escultor Gilmar Pina, também participam da exposição 'Olhares'. As telas e esculturas estão desde o último domingo (8) no subsolo da basílica.

    Romero pintou o quadro em seu ateliê, em Orlando, na Flórida (EUA), e no trabalho, usou as cores da bandeira do Brasil. Ele contou que foi a primeira vez que pintou um retrato de Aparecida.

https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/aparecida-300-anos/2017/noticia/romero-britto-pinta-quadro-para-homenagear-300-anos-de-nossa-senhora-aparecida.ghtml

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Sou...


Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar.
E se me achar esquisita, respeite também.
Até eu fui obrigada a me respeitar.

Clarice Lispector


terça-feira, 10 de outubro de 2017

Dia Mundial da Saúde Mental

10 de outubro – Dia Mundial da Saúde Mental


Hoje é o Dia Mundial da Saúde Mental. Uma vez que, em algumas pessoas afetadas por uma doença física, uma perturbação mental não só aumenta o grau de sofrimento como as tornam menos capazes de manter um tratamento.

É evidente que, ao tratar uma doença, obteremos melhores resultados considerando o indivíduo como um todo, em vez de cuidarmos apenas de partes desse todo. Este fato requer que os que prestam cuidados de saúde - mental e física - trabalhem conjuntamente, concentrando as suas responsabilidades e pontos fortes individuais numa ação de cooperação.

Neste Dia Internacional de Saúde Mental, assumamos o compromisso de tratar as pessoas e não apenas algumas partes delas.

Leia mais em:
http://www.cepad.ufes.br/conteudo/10-de-outubro-%E2%80%93-dia-mundial-da-sa%C3%BAde-mental