quinta-feira, 8 de julho de 2010

Ao sabor da ignorância.

A loucura humana chega a um ponto que ficamos estupefatos com o que vemos, assistimos, ou somos mergulhados! Já que a ‘copa’ não deu pico de audiência... a mídia refestela-se toda no crime. Orgia? Prazer? Sexo? Estupro? Incesto? Pedofilia? Bebidas? Drogas? Em tudo isso, envolve-se VIDA! Desvalorizada no underground da civilização! Buscam-se razões para atitudes insanas, tresloucadas. Impossível. Nada justifica. Irresponsabilidade total. Crueldade. Animalesco? Não. Os ‘tidos’ animais são em geral, muito mais ‘humanos’ que nós em muitas de nossas ações! Vida! Vida gerada! Vida prostituída! Vida abortada! Vida desperdiçada! Vida marginalizada! Famílias destroçadas em um grau de sofrimento incomparável! Um iceberg estampado em muitas fisionomias, outras, incrédulas com o que veem e ouvem... John Powell refere-se com muita propriedade: ..." porque não vivemos mais plenamente... porque não saboreamos cada momento dessa grande oportunidade chamada vida?” Busca-se a realização pessoal ou profissional: o poder, o sucesso, o glamour... Qual o preço que pretendemos pagar por tudo isso? Com nossa própria vida? E, você já parou para pensar que não é dono de nada? Tudo lhe foi dado por empréstimo e terá que devolver. Recebeu uma vida pura, angelical mesmo. Como será essa devolução ao Senhor da Vida? Célia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.