sexta-feira, 2 de julho de 2010

Pertencer ou Individualizar-se?

Estrelas solitárias ou Constelações? Grupo? Equipe? Time? E assim, assistimos a uma ópera dramática que em noventa minutos de execução, nos levou do sucesso ao fracasso. Faltou união? Garra? Competência? Um bom maestro? Ou... Sabedoria? Serenidade? Sagacidade? A verdade é que agora, aquele ônibus que se dizia lotado por cento e noventa milhões de brasileiros... praticamente voltará vazio... Aqueles que ‘representaram a pátria’... seguem seus caminhos, via Europa... Salários garantidos... Vida alicerçada. Enquanto isso, nós que lotávamos o ônibus de esperança ‘no outro’, curtimos nossa decepção! Gente! O Brasil é muito mais que alguns homens com suas chuteiras, salários milionários, toda assistência médica, nutricional e demais mordomias! A vida continua. Em nada mudou para mim, perder ou ganhar. Claro que o sabor da vitória seria outro, mas fica provado que a prepotência, a ditadura do mando, nem sempre resolve... Eu diria até que nunca resolve. Fim de um sonho. Início de muitos outros...
Célia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.