sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Peraltices

Pezinho no chão Peteca na mão Galinha depenada Coitada! Peninha no travesseiro Soninho macio Cabecinha descansada Passarinho no fio... Estilingue na mão No quintal o alçapão Fubazinho de isca Rolinha de petisco! Linha na carretilha Corrida no campo Pipa no ar Vantagens a contar! Fieira esticadinha Na roda, os piões Torcida da molecada Brigas e bofetões... Descida cruel Carrinho de rolimã Rodando pneus Sempre na contramão! Infância querida No contato com a terra Rios, cachoeiras, árvores... Doçura das lembranças atuais! Célia

Um comentário:

  1. Alguém precisa ilustrar esse poema e publicar pro mundo te conhecer...MARAVILHOSO!!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.