quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Humildade ao envelhecer...

Abra espaço para corpos jovens Não adianta ter mente jovem se o seu corpo não mais acompanha... Partilhe a sabedoria e o conhecimento adquiridos Assuma sua mediocridade, Submeta-se sempre às novas aprendizagens e tecnologias... Isso rejuvenesce! Não comparar com o que você foi... ou fez... Ou o cansativo chavão: “no meu tempo não era assim...” Isso envelhece! O seu tempo agora é outro... Autenticidade e simplicidade em ser o que você é... Aprenda a perdoar e a pedir perdão... Isso é inteligência! Abra suas mãos e seu coração... Nascemos de mãos fechadas. Morremos com as mãos espalmadas. Saiba doar e receber... Tenha gratuidade em tudo! Nossa vida é fugaz... passagem meteórica... Tudo se esvai! Fica o amor vivido... sofrido... pleno... amado realmente... Ficam momentos de felicidade... eternas lembranças Delicie-se! Amargura, decepções, apague não vale a pena, preze sua pressão arterial... Mantenha sempre sua mente no azul das emoções! Sonhe... viaje ao infinito... Seu pensamento é o único lugar onde você é realmente livre... Usufrua! Delegue! Esqueça! Viva! E deixe viver.... Célia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.