sábado, 11 de setembro de 2010

Rezar...

O que seria rezar nos dias de hoje? Quando saio do meu lar para o trabalho e, não sei se retornarei, também devido à falta de segurança… É uma real oração! Se Ele está no meio de nós… está evidentemente entre os marginais e marginalizados por uma estrutura social apodrecida! Quando vejo a agressão pulverizada nas famílias onde deveria ser o berço carinhoso do acolhimento... Quando vejo a destruição e a poluição do ar, da água, das plantações com seus agrotóxicos... o fogo criminoso em nossas matas, os animais, as aves e humanos sofrendo todas as consequências… fico imaginando o semblante do Criador ao ver o que fazemos com tudo quanto Ele criou!! Somos ingratos. Recebemos gratuitamente um presente e o destruímos! Como rezar, se cada vez mais vemos o distanciamento entre o humano e o divino! Fórmulas decoradas e recitadas sem nenhuma introspecção... Expressar oralmente palavras que em nada se coadunam com a nossa prática? Prefiro silenciar... E, compactuar-me com o poeta “Gilberto Gil: Se eu quiser falar com Deus / Tenho que ficar a sós / Tenho que apagar a luz / Tenho que calar a voz /Tenho que encontrar a paz /Tenho que folgar os nós...” http://www.youtube.com/watch?v=tWuQc7W0O-A Concluo: Como tenho nós para desatá-los...!! Célia

Um comentário:

  1. Oração é orar e ação, se oramos e não temos ações de amor ao próximo, de nada adianta. Muitas vêzes oramos com ações. Muito boa sua colocação. Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.