terça-feira, 16 de novembro de 2010

Descobri...

Que a paz interior é mais que tudo preenche lacunas, reprime a solidão que de repente, nos arrasta ao abismo! Aquece e abre portas para sensações lúdicas... Brincar de viver e viver brincando, É simbolicamente, a paz de espírito... Não requer consumo. Apenas energia interior. Sem medo de ser só. Sem medo do sussurro, da última amiga... Espero. Ela virá brincar comigo... Entregar-me-ei plena, sem nada dissimular. Apenas, o desabafo singelo, da paz eterna! Célia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.