segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O Silêncio que nos espera...

Uma viagem... com passagem de retorno Que já está determinado dia e hora. Malas? Bagagens? Só as espirituais. Vidas que chegam... Vidas que partem... De nada adianta o depois... É o agora... Faça. Aconteça. Ame. Viva. O silêncio e o espaço que nossos queridos deixam Não há como completá-los Há um vazio contemplativo Um benquerer sorrateiro Que roubam nosso sossego Transpõem gélidas sensações Da paz do reencontro Fim. Finados. A matéria... Pois... as lembranças... Não se findam jamais! Célia

Um comentário:

  1. Lembranças que nos dá oportunidade de um reencontro, pois nossos falecidos queridos vivem no nosso coração e na nossa saudade sempre. Oremos por eles!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.