sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Revelar-se

Na rotina dos compromissos Não havia espaço Para olhar-te. Hoje na tranquilidade Do saborear a vida Venero-te. Momentos inesquecíveis Ternos diálogos Libertam-me da solidão. Canto teus versos Coleciono teus encantos Amo-te. Célia

Um comentário:

  1. Torno a dizer. Que amor mais lindo!!!!! Pelo menos te resta o consolo, foi feliz!!! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.