terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Intencional

Nem sempre o que fazemos é o essencial. Muitas vezes somos pegos de surpresa. A vida nos prepara armadilhas traiçoeiras... Diante de um espelho até podemos ensaiar, Mas quando na realidade tudo se altera. O acúmulo de experiências... As desilusões... Travam os sentimentos. E toda a autenticidade se esvai... Apegamos à razão para não transparecer As emoções. Em silêncio... o distanciamento, Afastamos as possibilidades... Tarde demais! Findou-se. Célia

Um comentário:

  1. Muitas vêzes os acontecimentos vão nos deixando mais realistas, e não deixamos fluir nossa sensibilidade. É a vida, amiga. Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.