sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Natal de sempre

Na divindade mágica do nascer e, Amar viver na quietude da simplicidade, Timbro o Natal diário e autêntico no coração, Acarinhando tempo precioso e pessoas amorosas... Libertando-me com sabedoria das decepções humanas.
Célia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.