quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Descobertas

Fazer diagnóstico da vida... É descobrir fatos, coisas e pessoas, Que revolucionam toda uma existência. Na serenidade invadem uma verdade Que vivia abafada, consumida, morta... Brota borbulhante e límpida como fonte, Abastece alma e coração, Matam a tranquilidade... Quando tudo parecia arrumado, Desce uma cachoeira de emoções, Que vai moldando rudezas, Transformando sentimentos, Encorajando novos rumos, Novas pistas de fuga. Desvio? É melhor... Ficar na obscuridade que expor-se a novas descobertas? Assim, perde-se no ímpeto da fuga, o prazer de novas sensações! Célia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.