quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Meu reino encantado

Interessante que na minha terceira infância... resolvi brincar diferente! Na primeira, eu balbuciava e engatinhava... Na segunda, ajuntava letrinhas e corria o mundo... De repente, percebo o quanto de alegria, expressividade, disponibilidade na leitura, no ato de escrever e dizer o que quero e como quero na maturidade da terceira infância!
Como é bom brincar, mesmo que agora, em marcha lenta! O lúdico ainda me atrai! Sem limites! E, brincar com palavras, mais ainda! Elogiar, raciocinar, filosofar, alfinetar, orientar, amar através e além das palavras é encantador! Um tesouro que poucos valorizam. Livros, teclado, lápis e papel, meus melhores brinquedos!
Quando leio transporto-me à fantasias nostálgicas ou alegres, que me invadem. Sonhos, que se misturam à realidade! Quanto aprendi e aprendo através das leituras! Assim, plasmei minha vida: no transcendentalismo...
No dia em que as pessoas descobrirem que também precisam alimentar mente e espírito, verão a potência em que se transformarão...
Pensamento livre! Coerência nas ideias e nos ideais. Posicionamento seguro. Sem manipulações. Exercício real da liberdade de expressão. Isso é show! Fantástico!
Na tranquilidade dos meus olhos, das minhas mãos, da minha mente vou devorando imagens mentais, verbais e extraverbais... Herança, patrimônio que é só meu... Não há senha, não há depósito bancário, não há como sequestrar, não há roubo. Exclusividade que sinalizo a todos para que sigam por esse caminho... Aquisição do conhecimento enriquece o espírito de tal forma, que o corpo rejuvenesce. Fica lindo!Pleno!Mágico!
Célia.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.