terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O Suficiente

Na transitoriedade da vida Internalizando hábitos de gerações Sempre estamos em busca de... Coisas boas para amparar-nos. Esquecemos-nos de ter somente o suficiente... Aquilo que nos basta para sermos felizes: Um lindo sol que aqueça nossas ilusões e sonhos, Uma calma chuva que germine nossos projetos, Uma magnífica lua que ampare nossa magia de amar... Uma pessoa fiel e cúmplice do nosso ideal de vida, Uma vida inteiramente íntegra para toda sua existência... Pense: basta o suficiente... VOCÊ! Célia

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.