quinta-feira, 17 de março de 2011

QUARESMEIRA

Um Jesus vivíssimo e uma cruz vazia, Sem sofrimento sem buscas, Encontro tão somente na paixão, Na harmonia e na paz que acalanta, Na intimidade de um sentimento, Que me governa e me conduz. Sacia-me de dons e prazeres, Envolvente nas cicatrizes do amor do Pai, Recebo-O no aconchego do meu ser... E, tranquilamente me entrego, No êxtase do viver a Ele consagrado. Minha quaresma, meu deserto... Meu encontro! CéliaRangel ©Direitos Reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.