quarta-feira, 13 de abril de 2011

... Ainda que...

... Mesmo com anticoncepcional
... Não adiantou, estou grávida!
... Há um embrião de amor pela vida.
... E, no tempo em que me gesto e a outros,
... Um generoso cordão umbelical
... Nutre a todos.

... E, antes de partir, parirei belos gestos
... de ternura.
... Quero ver a maravilha da minha existência
... legada no berço de palavras acolhedoras,
... que com muita dignidade e fé, ainda que tênues,
... edificarão sonhos de uma eterna busca incógnita!

Célia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.