quarta-feira, 20 de abril de 2011

Faz de conta

Vamos brincar de faz de conta?
Abrir nosso baú de fetiches?
Aventuras mil nos envolvem...
Amanhecendo ou anoitecendo
somos nós... ou personagens?
Que máscara uso agora?
Será que é para você não me achar?
Faço-me de estranha...
Não te olho, nem respondo.
Por quê?
Se, no meu interior, a vontade é bem outra...
Saudade, é a emoção do encontro!
Quero ser real.
Na minha história cabe você.

Célia.

3 comentários:

  1. " Quero te dar chuva de flores pela manhã.
    E quando quiseres podes vir colher sorrisos
    direto do quintal da minha alma..."

    __Caio F. Abreu__

    Com Carinho,Feliz Páscoa à voce e seus familiares...M@ria

    ResponderExcluir
  2. Me gusta tu blog. Con el traductor puedo leerlo. Me hago seguidor.

    ResponderExcluir

  3. Boa tarde, Célia!

    A fuga dos hebreus foi o fim da escravidão de um povo.
    A escravidão equivale à morte, escravizar equivale a tirar a vontade e a
    alma de alguém, equivale a tirar sua vida.

    Se libertar da escravidão é viver de novo, é
    renascer, é estar sempre começando tudo de novo.
    Por fim, JESUS é a ressurreição.
    Quer prova mais clara do que digo?
    Este eterno milagre que nos encanta é o milagre da vida que a Páscoa nos
    relembra.

    A Páscoa é a ressurreição das nossas almas.
    Este é o tempo de renascer, começar tudo de novo.
    Tempo de nos libertamos do mal que corrompeu nossas almas e nos recobrirmos com o véu da pureza da alma que tivemos um dia.

    Abandonar tudo o que é velho e antigo e olhar pra frente com coragem.
    Dedicarmos-nos à vida como quem sorve o sumo de um fruto saboroso.
    Este é o tempo do nosso coração ressuscitar. E de nós ressuscitarmos para a vida em abundância.

    Deixo-lhe um vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?v=ImSNKr_Xndc


    Uma linda Páscoa para você e todos os seus.
    Deus seja contigo.



    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.