segunda-feira, 2 de maio de 2011

Maio - Maria - Mãe
















Boa Mãe

A melhor doçura,
a mais forte e comovente,
tua gentil ternura!

Querida Mãe

Nem preciso olhar
Sinto a beleza de tuas mãos
tocando-me a face.
Basta-me.
dou-me conta da ternura de Deus
em teus gestos
Meu rosto recupera a vida,
e a tristeza se dissipa.
Há em ti, minha Boa Mãe,
essa alegria que se chama simplicidade
e esse perdão que se chama bondade.
Quão preciosa é tua presença
e quanta graça há em teu sorriso.
Contigo, eu celebro a vida,
e meu coração se alegra em Deus

Ir. Lauro Daros

Um comentário:

  1. Belo post, Célia. E bem a propósito para o mês de maio. Um grande abraço e boa semana!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.