segunda-feira, 11 de julho de 2011

Rostos

Conhecidos, amados,

Lembrados, esquecidos...

Rostos.

Marcados pelo tempo,

Por dores ou alegrias,

Rostos sempre.

Únicos!

Relíquias de um emocional,

Arquivados no baú do tempo,

Relembrados sempre,

Alguns...

 Outros, esquecidos,

Nebulosos...

Inexpressivos pelo excesso de botox.

Seria bom injetar botox no coração...

Na alma...

Sentimentos doem.

Na penumbra de um quarto,

Ou no ensolarado de uma janela,

Pensamentos fluem...

Lágrimas correm pelos rios da vida.



Célia


8 comentários:

  1. É de dentro da gente que nasce o rosto do outro.E olhando para o rosto do outro nos questionamos sobre tudo,querendo saber mais ,sempre mais...vemos até o que não existe...
    Bjssssssssssss minha adorada amiga!

    ResponderExcluir
  2. Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem,
    os amigos devem ser amigos para sempre,
    mesmo que não tenham nada em comum,
    somente compartilhar as mesmas recordações,
    pois boas lembranças são marcante,
    e o que é marcante nunca se esquece! Uma grande amizade
    mesmo com o passar do tempo é cultivada assim!
    Vinicius De Moraes
    Uma feliz semana aceite com carinho
    minha mensagem.
    Deus esteja sempre presente na
    vida de todos nós beijos no coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  3. Cada um de nós é único nas belezas das nossas rugas de expressão. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  4. Nem pense em injetar botox no coração. Um coração "inexpressivo" morre. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Lágrima que correm em nossos corações, a doar sua força e alegria! abraços

    ResponderExcluir
  6. As lágrimas tem seu percursso na vida...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  7. Passando para deixar meu boa noite com muito carinho!

    ResponderExcluir
  8. Por mais lindo que seja um dia de sol,e um céu azul, se estivermos tristes ele vai se tornar branco e preto, precisamos colorir! Beijão

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.