quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Extremos













Em nebulosas esfogueadas te espero,
Mente em terna e eterna ebulição
Contempla um tempo em que juntos devaneamos,
Encontrava-me em você...

Hoje, sonambúlica na imensidão do céu
Já não sei mais o quão diabólico é esse sentimento.
Vivo-o... Vivíssimo e quente em mim,
Indiferente e gélido em você!

Pulso na espera que nuvens transponham o proibido,
Cobrando-lhe mais respeito aos sentimentos alheios.
Ilusão, é magia terrível quando desfeita,
É sonho enterrado com data expirada!

Não posso, não aceito sua indecisão
E, no silêncio, seus olhos, minhas estrelas,
Dão-me a resposta no aconchego de um afago...
Há amor em nós - há cumplicidade - há vida!

Célia.

15 comentários:

  1. Ah, O amor!
    Esse pássaro livre e indomável que podemos, muita das vezes apenas comptemplar seus vôos. Dentro de nos, se tivermos coragem, podemos alçar vôos juntos e assim... amar, sem medo nem limites!
    Belíssima poesia, parabéns!
    Você é muito gentil, obrigado pela visita e volte sempre!
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Prezada amiga
    Hoje vim lhe agradecer pela sua linda e carinhosa presença lá no meu cantinho, através de um simples selinho, 300 seguidores , feito com muito carinho.
    Agradeço-lhe de todo o coração!
    Abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  3. Minha querida

    Um poema lindo que adorei porque me disse tanto de mim.
    Por vezes falta a coragem de voar...por tantas razões.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Oi minha querida amiga Célia. Obrigado por sua visita em meu diário de viagens e descobertas. Você viaja através de palavras no aconchego do teu lar eu viajo enfrentando os perigos das estradas, ambos realizando seu sonho: viver em liberdade, seja através das palavras ou em busca de novas descobertas. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  5. Ai o amor!
    Ai o amor mal correspondido!
    Não nada pior,pois não, Amiga?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Onde há amor, há vida. Tem um selo comemorativo dos 300 seguidores para você lá no blog : http://selosarteseescritas.blogspot.com/2011/08/300-wwwarteseescritasblogspotcom.html , um abraço especial, Yayá.

    ResponderExcluir
  7. Lindo demais, amei! Apaixonada como sempre! Beijão

    ResponderExcluir
  8. célia
    adorei o seu poema

    .............

    JESUS o Louco

    Porque Realmente
    não pensou na ganância dos homens. Deu-nos Liberdade TOTAL e o mundo está com está.

    Agora pergunto não seria melhor algumas amarras?não é isso que fazemos com os nossos filhos??


    as minhas interrogações..

    deixo para si...

    ResponderExcluir
  9. Boa noite minha doce amiga!
    Penetrar nos extremos voando em busca do amor em nós...está tão abstrato que já levou parte de mim...
    Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Extremos, vivo em mim, gélido em você.
    Eu já nem quero mais pensar na indecisão dele, preciso dar um basta nisso tudo.
    Pois esse sentimento só existiu em mim, eu quem não queria enxergar isso.

    Desculpe o desabafo querida.

    Beijos no teu coração.

    ResponderExcluir
  11. Estão nos extremos o côncavo e o convexo; o negativo e o positivo; o sol e a lua; o céu e o mar; o fogo e a água; o sal e o mel...
    Entre uma ponta e outra estamos nós, juntando-as para que tudo isso tenha sentido.
    Parabéns.
    Rita Lavoyer

    ResponderExcluir
  12. Belo poema, bela foto ilustrativa! Este blog vai de bem a melhor. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Amei o poema, escrever sobre o Amor é gratificante, encantador...
    Já estou te seguindo, viu.
    Visite-me, sou a Mery, beijos.

    ResponderExcluir
  14. Bom final de semana na paz...vc é sempre minha doce amada nos meus devaneios...
    Bjsssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  15. Oi Célia, vim deixar um beijo e o desejo de uma deliciosa noite de sábado, e um domingo de muitas alegrias.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.