sábado, 6 de agosto de 2011

Fantasias reais






Em ironia decadente vejo uma vida
Que sonhou... projetou e se esvai...
Reinventá-la, como (?) se o senhor desprazer e desilusão
Brinca de pega-pega com os sonhadores!
Preservar vida e sobrevida é uma agonia
Que se vai longe em pesadelos...
Aflora-se a imaginação,
Tira-se das gavetas do passado, as utopias
Recuperar ideais, como (?) se a voz está fraca
A respiração pausada, poluída e o andar lento...
E, na miséria humana engole-se injustiças
E malquereres.
Ser normal. Ser igual. É pouco.
É limitante.
Aventurar-se é a tentação para novas emoções
E afazeres.
A verdade... simples assim... quando posta em prática.

Célia

11 comentários:

  1. Transgredir, ultrapassar limites!... Gosto desse seu despojamento e da força que colocas nas palavras.
    Obrigado pelo carinho, e aproveito para informar que fiz a correção do título. Estou trabalhando no meu novo pc (leptop) e no teclado as letras ainda fogem.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. A imaginação e o idealismo hão de te encontrar de novo. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  3. Nada como dar as maos para o inusitado e estarmos aberto ao "novo", e como você diz, quando posto em prática. Belas fantasias!

    Li um comentário seu no blog do gaúcho Clemente e vim conhecer.

    ResponderExcluir
  4. OLÁ.

    FOI BOM LER SEU COMENTÁRIO NO BLOG DA MERY E SABER QUE VC VESTIU AZUL E BRANCO.
    PARABÉNS DO.
    www.betocritica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Continue a sonhar e a viver novas emoções e que seus ideais retornem ainda mais fortalecidos e sua imaginação aflore intensamente e continues a escrever tão lindo assim....
    Célia amo ler seus comentários...beijo alma linda.

    ResponderExcluir
  6. Minha querida

    É dar asas ao sonho e esquecer o passado...voar para além de nós e fintar o tempo.

    Adorei este poema que FALOU tanto.deixo um beijinho com carinho.
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. As vezes ultrapassar tudo isso parece tão dificil, tão longe de nossas mãos, mais e formos persistentes conseguimos alcançar o inalcançado... beijiiinhos e boa semana!!♥
    http://artesdosanjos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. E continuamos sonhando, mesmo que não se realizem. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Célia, para quem escreve versos tão belos, sempre haverá sonhos possíveis. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Boa noite amiga!
    Quando a vida nos prega uma peça, desistir de sonhar e de viver jamais!
    Com esperança e perseverança naquilo que acreditamos nos sonhos se realizaram.
    Tenha uma linda semana coberta de muita paz.
    abraço amigo!

    ResponderExcluir
  11. Marcelo Sguassábia9 de agosto de 2011 06:25

    A desilusão que brinca de pega-pega com sonhadores é um achado poético. Parabéns por mais esta inspirada lavara, Célia. Meu abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.