sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ainda...














Tempestade em minha alma
Correm pensamentos
Você.

Busco a calmaria
Consulto coração
Calado.

Deixo ser levada
Esvoaçante olhar
Saudade.

Em águas revoltas
entrego-me
Náufrago.

Célia.

14 comentários:

  1. Oi, Célia! Adoro poemas marinhos. Deve ser meu lado português. Tive um tataravô capitão. Ou, pensando bem, deve ser só bom gosto mesmo. Gostei do seu poema e pronto. :) Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Célia, que em meio a essas águas revoltas, você não naufrague, e sim se salve e renasça.

    Beijos com carinho no teu ♥

    ResponderExcluir
  3. Célia, querida
    Como me tocou fundo esse poema...
    Sou uma náufraga entregue em águas revoltas...
    Muitos beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Célia!!

    Entregar-se ao bater das ondas é corajoso- adorei o texto!

    Um beijo enorme e uma ótima tarde!

    Espero por você no Alma!

    ResponderExcluir
  5. Oi Célia,
    Pois que paixão tem disso: vendaval no oceano do coração.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Tem algo no meu blog pra você ver

    http://conversadeblogueiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Fiel retrato, de um pleno amor...
    ...simplesmente,lindo!
    Beijos, Célia
    Lúcia

    ResponderExcluir
  8. Apesar de tudo, você se mantém a mesma, um bom poema. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  9. E em calmos lagos encontrarás repouso!

    Célia querida amiga. lhe tenho uma admiração num crescente. São tantas com mesmo perfume. Todas pétalas da mesma rosa!
    Lindíssimo, vivo e instigante, diria avassalador!!
    Beijo na alma!

    ResponderExcluir
  10. LINDO POEMA!!!
    "Busco a calmaria
    Consulto coração calado"
    Eu sei o que é isso... isso se chama SAUDADE!!!
    Rubem Alves diz que:
    "A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."
    PARABÉNS CÉLIA, SEU TEXTO É MUITO PROFUNDO!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá minha doce amiga das letras!
    Boa noite minha linda,vc está superando as letras...penetrar nas águas revoltas é perigoso,kkkkkkkkk,conselho de amiga...
    bjsssssssssss

    ResponderExcluir
  12. Olá Célia! Mais uma vez venho te ler. E não posso sair sem deixar meus parabéns pelos belos trabalhos aqui postados. Um grande abraço do seu colega de letras,
    CARLOS MORANDI

    ResponderExcluir
  13. Oi,Célia!
    Naufragar também é preciso!
    Após a tempestade sempre vem a bonança.
    Mesmo que ela signifique rendição...
    Abraço.
    Lucilia Antunes

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.