segunda-feira, 31 de outubro de 2011

De alma lavada



Diluindo sonhos.
Resignando-me à realidade.
Colho alegrias.

Rubricando novo existir...
Em magia  alquímica,
testo novas fórmulas, e
acrescento saudáveis prazeres.

Deixo-me levar pelos alísios,
desfilo por alhures.

Sua voz, meu aconchego, uma oração.
Seu olhar, a certeza do seu amor.
Protegem-me da insegurança.

Migrando feito pássaro
sobrevoo a poesia - lenitivo para viver.

Célia

27 comentários:

  1. Para nós,
    a poesia faz parte do quotidiano, é bem verdade!

    Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Húmmmmmmmmmmm !!!!!!!!!
    Que emoção na essência da leitura...grande formula para se amar...harmonizar e preservar esse amor na sua perfeição.
    Bjs minha flor!

    ResponderExcluir
  3. O poesia, alivia, o que é tão forte e elevado: a vida como lições de amor! abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá Célia!

    Belos versos. A poesia empresta amor à vida, e vida ao amor.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Célia querida,


    Linda sua poesia...

    Beijos e um novembro especial pra você.
    Ani

    ResponderExcluir
  6. Seu cantinho é lindo! Obrigada pela oportunidade de conhecer espaço tão bacana.

    Sigo-te. Meu carinho!
    http://pequenocaminho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Lindos versos!
    Gostaria de me sentir assim...rsrs
    Vc tem a arte das palavras, minha querida,dentro da tua alma.
    Boa semana,bjka

    ResponderExcluir
  8. Oi, Célia! Esse poema tem magia de verdade. Até que lê se sente leve. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Teu coração tem a leveza dos pássaros e tua sensibilidade o poder de uma pluma soprada pelos ventos do coração, envolve no ar os pensamentos de quem contigo embarca nos teus versos.

    Raro isso.

    Parabéns!

    Ótima 3ª feira para você!

    ResponderExcluir
  10. Que maravilha de poema, Célia! EStou aqui, pensando em como é gostoso dar vazão as palavras do coração, ouvindo uma boa musica, assim como vc faz - e eu tb. Ouvindo agora "Only time - com Enya". Não é maravilhoso? Linda tarde pra vc, beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Que lindo, Célia! Um poema que é leve até quando ser ler. Eu sei que isso é resultante de um inspiradíssimo coração. Por falar nele, um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  12. Interpretei esse poema (lindíssimo) como um manifesto de Fé em Deus...
    Muito bo,

    Tem uma boa semana chei a de ricas bênçãos.
    BShell

    ResponderExcluir
  13. Que delícia colher alegrias, que assim seja sempre. Um ótimo feriado, bjo grande!
    Ivana - Reserva de Emoções

    ResponderExcluir
  14. Ah,Celia!Poesia simplesmente encantadora!Gostei demais!bjs,

    ResponderExcluir
  15. CÉLIA QUERIDA,
    ACABEI DE LER SEU LINDO POEMA. FIQUEI ENCANTADA COM SEUS VERSOS DE AMOR E FÉ. PARABÉNS!

    "Sua voz, meu aconchego, uma oração.
    Seu olhar, a certeza do seu amor."
    FANTÁSTICO:
    "Migrando feito pássaro
    sobrevoo a poesia - lenitivo para viver."

    É ISSO... SEMPRE A POESIA!
    BEIJOS E FIQUE COM DEUS!

    ResponderExcluir
  16. Muito bom você ter este lenitivo, que por sinal desempenha muito bem! Beijos

    ResponderExcluir
  17. Célia

    "De alma lavada" teces Poesia com a Fé de quem Ama e a Esperança de quem quer (mesmo!).

    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  18. Célia,
    Há uma leveza encantadora em sua bela poesia.
    Muito linda!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Faz uma preciosa colheita! E nada melhor que diluí-la em versos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Agradeço à Deus este mundo virtual!
    Pois sem ele,
    eu nunca teria te conhecido e nunca
    conseguiria chegar assim tão perto de você.
    Estou aqui para agradecer o carinho da sua amizade,
    pois Deus tem sido misericordioso comigo.
    por estar tendo força e coragem cada dia
    para mim é uma benção .
    Uma vitória alcansada.
    Hoje com nova postagem pesso para entrar
    como seguidor no Clube Dos Novos Autores.
    Onde hoje eu também com alegria faço parte.
    http://clubnovosautores.blogspot.com/
    Beijos no coração.
    Evanir

    ResponderExcluir
  21. Boa noite, Célia. Belíssimos os seus versos, e é muito bom mesmo ser aconchegado pela poesia, ouvir a sua voz, e segui-la.
    Um beijo grande, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  22. Poema de otimismo e de amor. Que bom! bem precisamos!

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. Doce poema, com gosto de sonho!
    Abraços carinhosos, em Cristo!

    ResponderExcluir
  24. Passando para depositar um pouquinho do meu carinho e afeição que tenho por ti...
    Desejo uma bom alvorecer!

    ResponderExcluir
  25. Dos saudáveis prazeres... você escolheu uma belíssima imagem: tomar banho de chuva! Adoooro! Ainda mais porque aqui, chove e faz calor!!!
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  26. Célia, Ah! se não fosse o vento , mesmo que simbolicamente ,para nos levar a terras distantes onde possamos criar momentos de prazer!
    Lindo , amei.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.