quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Ela



Mulher,
forte e corajosa
devotamente ama.

Acima das incoerências
assume-se.

Sabe seguir e prosseguir
seus ideais.

Cambaleante às vezes,
rocha tantas outras.

Reduz lágrimas
em secas de sentimentos.

Sulca em seu corpo
cicatrizes tantas
de vida.

Despoja-se de tudo,
menos de Deus que é
pai e mãe amoroso.

Célia

23 comentários:

  1. Que linda!!!! E somos assim mesmo, inspiração maior de Deus, com certeza! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Célia que beleza passar por aqui e compartilhar tão significativo olhar sobre nossa condição feminina e sua imprescindível espiritualidade.

    abrs, querida, tudo de melhor para todas nós.

    ResponderExcluir
  3. Encantador,

    nessa perspectiva são flores que sabem reconhecer que os espinhos que possuem não são páreos para impedir que sejam docemente colhidas, ou simplesmente admiradas.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. É, Célia! Essa mulher existe, Existe com as mais variadas faces, principalmente naquela que mata um leão por hora para não morrer, porque sabe que muitos dependem dela.

    Quero agradecê-la por visitar e comentar lá no meu cantinho, sobre o e-book.
    Gostaria de convidá-la, e igualmente a seus visitantes, a fazerem parte da Cia dos blogueiros de Araçatuba.
    O endereço é:

    www.ciadosblogueiros.blogspot.com

    Haverá outras edições de livro digital com crônicas, contos e etc....

    Conto com vocês.

    Fiquem em paz!

    Rita lavoyer

    ResponderExcluir
  5. Com certeza, Célia, DEUS se faz presente em nossas vidas em todos os momentos porque somos movidas pela fé. Um forte abraço!
    Ivana.

    ResponderExcluir
  6. Belo poema, querida Célia! Belas verdades! Muito bem conseguido: mulher é, de facto, isso tudo e mais!

    Beijinho para uma mulher bem especial!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Célia,
    Muito bem retratada a figura guerreira e amorosa da mulher.
    LINDO O SEU POEMA!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Que coisa linda!!! só vc mesmo pra valorizar a mulher, ou melhor só mesmo NÓS MULHERES é que sabemos o que é ser mulher!!!
    bj,
    Ale.

    ResponderExcluir
  9. A barca azul dos sonhos passa ainda
    o casco prateado refletindo o luar
    sobre as espumas.
    Passa cheia de sonhos e a noite infinda
    borda estrelas azuis no negro mar
    de brumas...

    £una

    Boa noite e um belo amanhecer... M@ria

    ResponderExcluir
  10. TEM MUITO DE VOCÊ...ACHO.

    BELÍSSIMO! ADMIRO SUA ESCRITA SUCINTA E COM TANTO
    CONTEÚDO...ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  11. Oi, amiga!
    Estou realizando o primeiro sorteio do meu blog. Ficarei muito feliz se participar.
    Beijinhos,
    Joana

    entresonhos2.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Interessante, Célia, seu poema tem muito a ver com a ilustração que você escolheu. Os dois são belos e dizem tudo. A ilustração, com poucos traços; o poema, com poucas palavras. Ótimos, os dois! Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Lindos versos poéticos que diz tudo do ser que tem o poder de gerar vida em si!
    Grande privilégio é nascer mulher!
    Abraços amiga Célia e obrigada por suas visitas e comentarios amáveis em meu blog!
    Ivone

    ResponderExcluir
  14. Um poema digno de uma religiosa, uma benfeitora, enfim uma mulher que dedica o seu caminho ao próximo. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  15. A melhor tradução de uma grande mulher. Belo poema, Célia! Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia minha amiga das letras!
    Quem é ela?
    Húmmmmmmmmm,não sei não!
    Só sei que ela carrega uma carga muito grande de perguntas e respostas por ser uma intelectual...amante das letras...e se esconde sempre por traz dos poemas,kkkkkkkkk
    Bjs minha linda flor de primavera!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Célia querida

    Adorei a poesia, linda e cheia de verdade e sentimentos...

    "Acima das incoerências
    assume-se."

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  18. Célia

    O teu Poema reflecte o teu orgulho de seres Mulher.
    Pessoalmente, tenho (sempre tive)um carinho muito particular e especial pelo Ser Mulher;
    Associo sempre a sua condição suprema de MÃE.
    Isso, remete-me ás minhas origens mais remotas, onde a Mãe (a minha) era a Fada da Família.
    As evoluções que a minha condição de Homem teve, sempre tiveram em conta este preceito.
    Belo, o teu Poema.

    Beijo


    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Olá Célia!

    A mulher tem a força do “sexo (dito) frágil”. Engana-se quem desdenha do poder feminino.

    Um abração e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  20. Celia,lindíssima poesia em homenagem a mulher que realmente tem sido o esteio espiritual da maioria das casas sempre!Bjs,

    ResponderExcluir
  21. Célia, um beijo no seu coração. A mulher na sua essência diria eu, ser ela, a própria poesia. Tal beleza poética só poderia emergir dentro de uma mulher com uma veia poética como a sua.

    ResponderExcluir
  22. A mulher é bela, é fera,
    Encanta, espanta.
    A mulher se molda, como a água.
    A mulher é fogo, mas não queima.
    Só te mata, se você teima.
    hahaha, juro que foi de momento.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.