domingo, 18 de dezembro de 2011

Olhando olhares...














Sonhei com seu olhar...
Momentos azuis céu, calmaria...
Outros, pretos tempestades...
Algumas vezes, verdes esperançosos...
Castanhos achocolatados, saborosos...
Meu beijo percorreu suas cores...
Paraíso de arco-íris nas minhas íris...
Delírio de uma paixão de quem ama demais...
Seu olhar, diálogo silencioso, com o meu...
Terna cumplicidade em nossas vidas...

Célia.

19 comentários:

  1. Quando existe cumplicidade...ah! É um caminho bonito demais,lindo, Célia, bjs

    ResponderExcluir
  2. Lindos olhares expressos em palavras! Bjs e um feliz Natal!

    ResponderExcluir
  3. Lindo amiga, encantador esse sonhar.
    Ótima semana pra ti!
    Ja deixo meu desejo de um Feliz Natal e um Ano recheado de sonhos e desejos realizados. Obrigada por ter caminhado comigo durante esse Ano, e que no próximo Ano estejamos juntos novamente... Beijos grande!

    ResponderExcluir
  4. Não é a toa que dizem que olhar reflete a alma...
    Seu post foi doce e carinho! Desejo que os olhos no qual você buscar o olhar esteja sempre presente com presente para os teus!

    Meu carinho!
    http://pequenocaminho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Isso é que é Amor a sério, Célia querida!
    Oxalá perdure por muitos e bons anos.

    Beijinhos e bom Natal

    ResponderExcluir
  6. Olá, amiga!

    Venho simplesmente desejar-lhe

    Um FELIZ NATAL!

    Cordiais saudações.

    ResponderExcluir
  7. O olhar é a porta que nos recebe e por ele sabemos se há brilho luz à nossa espera.
    Lindos versos!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. ...nunca se ama demais, querida!
    Adorei,
    BShell

    ResponderExcluir
  9. Célia....isso nem é sonho!! É a materialização do seu amor, grande demais, como grande em beleza é o
    seu poema!! abraço

    ResponderExcluir
  10. Alguns olhares são flechas, outros são alvos, depende sempre da posição do coração...

    Lindos versos, Célia, como sempre. Tua inspiração são como rios correndo para o mar, nunca se cansam.

    Semana natalina maravilhosa para você!

    ResponderExcluir
  11. Um olhar vale mais do que mil palavras dita, como diz um dito popular. Querida Célia, um beijo no seu coração. Feliz Natal e próspero ano novo

    ResponderExcluir
  12. Querida Célia
    Perdão pelo “copy & paste”, mas não dá para individualizar…
    Trago votos de BOAS FESTAS, fazendo minhas as palavras de Gandhi…
    “Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos;
    A consciência de aprender tudo o que for ensinado pelo tempo afora;
    Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem;
    A capacidade de escolher novos rumos;
    Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável:
    Além do pão, o trabalho; Além do trabalho, a acção.
    E, quando tudo mais faltasse, um segredo:
    O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída."
    (Gandhi)

    BOM E SANTO NATAL E FELIZ ANO NOVO

    PS - Obrigada pela visita e votos de Natal feliz.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. FELIZ NATAL…

    “E a cada raminho novo
    Que a tenra acácia deitava,
    Será loucura!..., mas era
    Uma alegria
    Na longa e negra apatia
    Daquela miséria extrema
    Em que vivia,
    E vivera,
    Como se fizera um poema,
    Ou se um filho me nascera.”
    (“Toada de Portalegre – José Régio”)

    João

    ResponderExcluir
  14. Que bonito,Celia!Inspirado e belo esse olhar!Um feliz Natal a vc e sua familia!Bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  15. E o olhar diz tudo né amiga? Este olhar de Amor que você guarda até hoje. Lindo demais!

    ResponderExcluir
  16. Olá, amiga Célia!
    Seja qual for a cor dos olhos, eles são o brilho da alma da pessoa. Todos contêm o segredo de sua menina-dos-olhos.
    Quando se ama é se é correspondido, basta um olhar para ser entendido.
    Seu poema é muito valoroso e de grande beleza poética.

    Parabéns pela inspiração!

    Abraços cordiais do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  17. Amei, amo a beleza
    Tropecei muita vez na incerteza
    Transformei miséria em realeza
    Ri de contente e de tristeza

    Ri para os olhos que me deram amor
    Ri para o mar onde pesquei ilusões
    Ri em cada partida e chegada
    Que fiz numa vida de contradições

    Procurei o segredo da verdade feliz
    Percorri o caminho do vento cheio de ardor
    Uma gaivota entregou-me uma concha cheia de mar
    Era…O Elixir do Amor…

    Um mágico Natal

    Abraço-te

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Célia querida

    Amei o poema.
    Dizem que os olhos são o espelho da alma... E com suas cores os espelhos ficaram ainda mais bonitos.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  19. Boa noite minha querida!
    Suas palavras são meritórias de todos os poemas que escreves...vc sempre mergulhando em sutileza e eu sempre apaixonada pela forma cativante de escrever...
    bjs minha linda!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.