sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Reflexão


Natal, dez considerações

Dom Orlando Brandes
CNBB


1. Jesus se fez embrião. Eis o humanismo de Deus, como é exuberante a sua bondade. Se tivessem feito experiências com Jesus ainda embrião, Ele não teria nascido. Todo médico sabe que se alguém usasse sua célula tronco embrionária para experimentos clínicos, ele não teria nascido. Natal é festa de uma gravidez
que foi respeitada. Natal é festa da vida.



2. Jesus passou pelo perigo do aborto. A fidelidade de Maria salvou Jesus do abortamento. Segundo a lei de Israel, a mulher que engravidasse fora do casamento, deveria ser apedrejada. Maria aceitou ser apedrejada, não recorreu ao aborto para salvar a própria vida. A fidelidade e o amor de mãe salvam o filho. Não existimos por acaso ou por cálculo, mas por amor de Deus. “Sou um milagre do amor”. O Amor me quis, eu existo.



3. Jesus foi filho adotivo. São José foi pai adotivo de Jesus. Pelo batismo somos adotados como filhos e filhas de Deus. Como é extraordinário, nobre, digno todo ato de adoção. Com este gesto a esterilidade torna-se fecunda. Jesus vem ao mundo por obra do Espírito Santo. O útero é lugar da descida do Espírito. Jesus não é gerado pela mediação masculina, pela virilidade, pelo poder do homem. Toda atitude machista é injusta, discriminatória, opressora.



4. Jesus cresceu no cotidiano. Os mestres de Jesus foram os seus pais, a família, o trabalho, as Escrituras e o cotidiano. Ele não só se encarnou, mas se inculturou. Jesus fugiu do estrelismo, do extraordinário, da magia. Escolheu o cotidiano para se humanizar, crescer e amadurecer. Viver o ordinário do cotidiano é o segredo da maturidade e do crescimento. É hora de renascer no cotidiano para evitar a rotina.



5. Natal, é a festa do Menino Jesus. Nada a ver com Papai Noel, hoje desvinculado de sua origem religiosa. O Menino vem pela porta da pobreza, da simplicidade, da fraqueza. Deus desceu até a estrebaria e desce até aos abismos e de lá nos retira. Um dia descerá à mansão dos mortos. O pobrezinho de Belém nos ensina a não acumular, não desperdiçar, mas viver com sobriedade sob a guia do espírito da dádiva. Natal é festa religiosa para encantar as crianças e a todos nós por Jesus. Vamos recomeçar a partir de Cristo Jesus.



6. As personagens do Natal. Maria, meditava tudo em seu coração. A meditação o silêncio, o encontro com Deus é o centro do Natal. Meditar faz bem à saúde. Andamos muito dissipados, distraídos, entulhados, invadidos e desgastados. É hora de parar. José, ao lado da esposa e com o menino no colo é ícone do pai participativo e presente em casa. Os pastores vão até Belém. É preciso sair, ir ao encontro, deixar a rotina e o comodismo. Os magos abandonam a magia, os horóscopos e seguem Jesus verdadeiro caminho e luz sem ocaso. Os anjos anunciam a glória de Deus e a paz na terra. Imitemos os personagens do Natal.



7. Os símbolos do Natal. A árvore, lembra a árvore da vida no paraíso, a árvore da cruz e a árvore genealógica. Árvore com raiz e frutos, não apenas com enfeites. Os cartões recordam as Escrituras Sagradas onde está a mensagem amorosa de Deus. Como é saudável e necessária a comunicação. A luz é Jesus. Brilhem nossas boas obras. Enfim, os presente. Acolhamos o maior presente que é Jesus e demos a Ele nossos pecados como presente de Natal.



8. Natal é a encarnação de Deus. Encontramos o rosto do Pai na carne de Jesus, depois o encontramos na carne do pobre, do preso, do doente. Não podemos ter uma fé desencarnada, alienada, intimista. Ver Jesus na carne do próximo. Viver como Jesus, ser como Jesus e permanecer em Jesus é o caminho da fraternidade. Jesus é o nosso verdadeiro eu, nossa segunda natureza.



9. Natal não é feriadão. É mistério revelado: O Criador se fez criatura; O Espírito se fez carne; o Poderoso se fez criança; o Divino se fez homem; o Senhor se fez fragilidade e pobreza. “Cesse a razão e fale o coração” (S. Ambrósio).



10. Jesus depois do Natal. Jesus merece ser conhecido profundamente, amado ardentemente, seguido generosamente. Natal é convite para adquirirmos os pensamentos e sentimentos, os critérios e a atitudes de Jesus. Ele é a maior fascinação da humanidade. “Senhor em ti respiro e por ti suspiro”. Sede bem-vindo Jesus. Em Ti creio, espero e amo. Natal é amabilidade de Deus. Deixemo-nos amar.






19 comentários:

  1. Olá, que bom saber mais sobre o natal e seus significados. Jesus não pertence a nenhuma religião, e é de todos os povos! abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Célia!
    Passados são mais de dois mil anos, e em muitos países do mundo, as mulheres continuam a ser apedrejadas queimadas, e maltratadas, por quanto mais tempo irá ser assim, só quando elas um dia dizerem basta.

    Bom fim de semana

    beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  3. Exemplo do que é ser família, exemplo a ser seguido ! O verdadeiro Natal tem um sentido mais sincero, mais verdadeiro do que vemos hoje, Natal é amor, é compartilhar, é confraternização e reflexão !


    Beijos !

    ResponderExcluir
  4. Olá Célia!

    Temos muito o que refletir no natal nosso de todos os dias.

    Passando para te desejar um natal com Cristo no coração e um ano renovador, que abra novos caminhos, inaugurando possibilidades reais para o bom e o melhor. Que o novo ano traga-nos o começo de tempos melhores feitos por pessoas melhores, dispostas a vivenciar o verbo Amar. Despertas para que: Mudanças não são frutos dos calendários, mas de corações e mentes, irmanados pelo desejo do bem de todos.

    Feliz natal e bom 2012!!!!

    ResponderExcluir
  5. Achei interessantes as considerações.

    Um abraço natalino para você!

    ResponderExcluir
  6. Celia,que maravilhoso seu post nos relembrando tudo o que significa, de fato, o Natal!Lindo e completo texto!Bjs e meu carinho!

    ResponderExcluir
  7. OBRIGADO PELA VISITA E COMENTÁRIO NO MEU OUTRO BLOG "O TROVADOR SOLITÁRIO', DESDE JÁ EU BRUNO DESEJO A VC E FAMÍLIA UM MARAVILHOSO NATAL,

    SE POSSÍVEL COLOQUE MEU BLOG NA TUA LISTA DE BLOGS AMIGOS, OLHA NA MINHA LISTA FAREI O MESMO ME AVISA TÁ...

    GRANDE ABRAÇO

    BRUNO EDITOR DOS BLOGS:

    http://brunorusottt.blogspot.com/

    http://o-senhor-do-tempo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Célia, muito providencial sua postagem...não conhecia! Amei as dez considerações, mas a 5 e 6...sem comentários.

    ResponderExcluir
  9. Linda lembrança e nos faz mesmo pensar na verdadeira razão de se comemorar o Natal!
    Natal do menino Jesus!
    Abraço Célia querida, Feliz Natal pra você e sua família!
    Obrigada por sua visita e comentario em meu blog, pois sempre serás muito bem vinda!
    Ivone

    ResponderExcluir
  10. Olá, como está?

    Sendo tempo de Natal,

    venho simplesmente desejar-lhe uma

    óptima Quadra Natalícia.

    Cordiais saudações.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Célia, obrigada por suas visitas, hoje sua percepção me fez mudar o meu poema, as vezes queremos transmitir algo e acabamos escrevendo outra coisa. obrigada.
    Gostei das 10 considerações muito oportunas. Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Célia, passando para te desejar um ótimo final de semana. Que Deus te abençoe grandemente, te desejo um feliz natal e um próspero ano novo.
    Que todos os teus sonhos e desejos que não forem realizados em 2011, sejam realizados em 2012. Um abraço, com carinho, Arione

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde, Célia. O natal é uma festa cristã, mas muitos a veem como comercial, e isso infelizmente não acaberá.
    Acredito que todos gostem de ganhar presentes, eu gosto, mas muito mais do que o comercial, é o lado espiritual, é o amor de Deus em nosso coração, que deve ser uma constante nos 365 dias do ano.
    Eu sou falha, tenho muitos sentomentos que precisam ser transformados, preciso aprender mais a perdoar quando sei que não fiz nada.
    Somente conseguiremos essas mudanças com o amor de Deus em nosso coração, e muita misericórdia.
    Que a paz seja conosco, o amor, o significado real do natal, e que possamos crescer espiritualmente aprendendo com Jesus, com nosso próximo, e com os nossos erros!
    Que a misericórdia de Deus recaia sobre nós!
    Tenha um natal de paz e amor, e um 2012 com muita saúde e realizações, permanecendo com essa boa alma que Deus te deu.
    Um beijo, e muita paz!

    ResponderExcluir
  14. OLÁ CELIA
    VENHO AQUI MAIS UMA VEZ
    AGORA PARA LHE DESEJAR UM MARAVILHOSO SÁBADO

    BRUNO

    ResponderExcluir
  15. Pena que o Natal para muitos é só um comércio e oportunidade para comer e beber, será que sabem o verdadeiro significado? Beijos

    ResponderExcluir
  16. Considerações muito interessantes e reflexivas.
    Gostei muito, Célia.
    Tenha um Natal maravilhoso, com muita paz, amor e harmonia em seu lar. E que o espírito do Natal permaneça conosco durante todo o ano de 2012!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. CÉLIA, amiga querida.
    Temos que fazer valer o espírito natalino o ano todo. Nada de desculpas que o Natal é comércio, que o Natal perdeu seu verdadeiro sentido, não temos que olhar o outro, temos que fazer nossa parte, vivenciando o SANTO NATAL. Lindas reflexões, como sempre! Bjs

    FELIZ NATAL, UM ANO NOVO REPLETO DE REALIÇÕES!!!

    ResponderExcluir
  18. OLÁ CELIA,

    VENHO AQUI
    AGORA PARA LHE DESEJAR UM MARAVILHOSO NATAL
    Me gusta BRASIL y PORTUGAL ASI COMO EL REI DO BRASIL Roberto Carlos.

    tENGO Amigos en brasil y en portugal.
    beijos, besos

    ResponderExcluir
  19. Boa noite minha amiga das letras!
    Saudades de vim aqui,como sabes.Para vim aqui tenho que trazer meu tempo,pois bebo e comungo das tuas escritas,mas tem que reinar a calma para absolver cada palavra escrita...kkkkkkkk...
    Falar do Natal é tão fácil...nos enche de adjetivos...e vc soube colocar dentro deste texto o verdadeiro sentido do Natal...
    bjs minha linda!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.