segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Os limites da palavra
















A palavra que fere, machuca.
A palavra que acalenta cicatrizes.
A palavra que estimula, mata.

A palavra que renasce.
A palavra que emociona, entristece.

A palavra que incrimina, julga.
A palavra que absolve, perdoa.

A palavra que odeia, ama.
A palavra alegre, triste.

A palavra íntima, invasora.
A palavra tímida, cerceada.

A palavra que argumenta, convence.
A palavra do olhar!

A palavra simples, suave, mágica...
Que ensina e orienta.

A palavra, reflexo da razão, ou música da alma?
Sabemos usá-la?

Célia Rangel

31 comentários:

  1. As palavras tem um poder tão grande!!!Ultrapassam fronteiras e chegam ferindo ou amando, alegrando ou entristecendo. Célia, todo cuidado é pouco, e às vezes sem intenção podemos machucar, magoar, a palavra tem muito poder.
    Também já escrevi sobre as palavras, porque acho um assunto muito sério.
    A palavra do olhar...gostei! Um forte abraço, uma ótima primeira semana do ano, bjo

    ResponderExcluir
  2. Agradeço o carinho e cordialidade
    que recebi nessa passagem de Ano.
    Todas as palavras não
    expressa meu carinho e gratidão.
    Obrigada por tanta sensibilidade de coração
    muito feliz venho agradecer.
    Uma linda semana a primeira de 2012.
    Beijos carinhos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  3. A comunicação é importante e se faz através delas, as palavras, bom te ler de novo. Feliz Ano Novo! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  4. Tinham que ser palavras, as mesmas que aliviam a dor de uma velha feriada, e as mesmas que que em alguns casos fére,machuca maltrata.
    Ja dizia a musica da Cassia Eler:"Palavras apenas palavras pequenas, palavras,monetos ..."

    ResponderExcluir
  5. Célia...
    Palavras, palavras
    Muitas vezes não bem usadas
    Outras, se perdem pelo espaço
    Ainda outras, ditas em vão
    E em meio a emoções, nos perdemos e dizemos palavras que não queríamos, não deveríamos.

    Então que saibamos usar as palavras certas, na hora certa.

    Lindas suas palavras.

    Quanto as asas de meus filhos, não podarei, fiques tranquilas, posso ficar me remoendo por dentro, mortinha de saudade, de preocupação...mas o desejo de vê-lo realizado em todos os campos, seja no estudo, no profissional, no amoroso, é bem maior e eu suportarei.

    Brigadinha pelo teu apoio, tuas palavras me ajudam, e isso não tem preço.

    Beijos de um delicioso dia minha querida.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Célia querida


    Lindas palavras as que saem do coração e fazem as pessoas felizes.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  7. Embora estejam aqui escritas, outras palavras que eu gosto de ouvir, e pronunciar, se tivesse que votar, seria nesta, "A palavra simples, suave, mágica..."

    Um Bom Ano,
    Beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  8. Minha querida e amada amiga das letras!
    Estava cheia de saudades de vc...fiquei até torta, mas de saudades,kkkkkkkkkkkkkkkk
    hoje vim matar saudades e trazer meu anjo de guarda para ficar pertinho do seu,kkkkkkkkkkk
    Sei que esse ano vou ter que ler muito por aqui.Pois vc escreve como ninguém.Amo suas escritas...
    bjs com o calor do verão!

    ResponderExcluir
  9. AS PALAVRAS DEVEM SER PENSADAS ANTES DE FALADA,PODE SER UMA SUAVE CANÇÃO OU ATÉ PARAR O CORAÇÃO DE ALGUÉM...EU COSTUMO DIZER QUE ABISMO SÃO PALAVRAS INTERPRETADAS.BEIJOSSSSSS

    ResponderExcluir
  10. Belo poema, mas eis a questão, será que sempre as bem usamos?
    Temos que ser muito cuidados em edificar, em alegrar, em levar os melhores sentimentos e alentos com elas, não é mesmo?
    Feliz 2012 amiga, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Célia, um beijo no seu coração. É o que sempre falo minha amiga, as palavras tem um poder enorme, tanto podem construir como também destruir. Por isso devemos pensar bem, antes de pronuncia-las.

    ResponderExcluir
  12. As palavras

    São como um cristal,
    as palavras.
    Algumas, um punhal,
    um incêndio.
    Outras,
    orvalho apenas.

    Secretas vêm, cheias de memória.
    Inseguras navegam:
    barcos ou beijos,
    as águas estremecem.

    Desamparadas, inocentes,
    leves.
    Tecidas são de luz
    e são a noite.
    E mesmo pálidas
    verdes paraísos lembram ainda.

    Quem as escuta? Quem
    as recolhe, assim,
    cruéis, desfeitas,
    nas suas conchas puras?

    Eugénio de Andrade

    Beijinho, Célia.

    ResponderExcluir
  13. Célia, penso que muitas vezes sabemos usar as palavras, principalmente quando elas vêm da alma...mas outras vezes, nos atropelamos nelas e aí então, pecamos! Mas ela própria nos dá o recurso da remissão...E, fico com "música da alma"!

    ResponderExcluir
  14. Olá Célia,

    Deveria ser a música da alma, mas na maioria das
    vezes não fazemos um uso salutar da palavra.
    O certo é que ela tem grande poder, conforme você bem demonstrou em seus belos versos.
    Também gostei "da palavra do olhar".

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Quantas palavras lindas, fortes e significativas!
    Feliz 2012 e muito sucesso!
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  16. Palavras são uma forma de expressão que diferencia os humanos dos outros animais...
    São sons ou símbolos escritos que expressam pensamentos e sentimentos...
    E afortunadas são as pessoas como você, que sabe usar palavras para compor textos como este, que mostra a ambiguidade que podem ter nossas expressões...
    Belo post!
    Abraços, Célia, e grato por sua visita!

    ResponderExcluir
  17. Lindas, mágicas, mas igualmente traiçoeiras são as palavras... Incansáveis em seu propósito de nos surpreender... Lindo poema.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Célia
    São mágicas as palavras, mas quando traiçoeiras, é preferível a sua ausência, ou seja, o silêncio é bem vindo!Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  19. Se tivéssemos a real dimensão do poder das palavras, com certeza falaríamos bem menos...

    Beijão

    ResponderExcluir
  20. Ola Célia ,lindo teu poema sobre 'Palavras",que aliás é um tema deveras complicado no meu entender,pois depois de uma palavra mal dita,uma injustiça poderá ser incontida.Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  21. Sábias e corretas palavras, Célia. E eu daqui, aplaudo! Te linkei novamente em meu Páginas de Poesia (Um Novo Recomeço) pois, desde a invasão do blog, so agora estou em segurança para retomar tudo como sempre foi. Feliz 2012 com muita paz, luz e poesia! Bjs

    ResponderExcluir
  22. A palavra, sempre será UMA PALAVRA.
    Felicidades, pra você

    ResponderExcluir
  23. Tus letras son muy bellas Celia,
    que tengas una feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  24. Que Belas e Sábias palavras Célia, quão importante é para nós sabermos aquilo que dizemos afim de que nossos irmãos em Cristo não se sintam ofendidos e rejeitados, devemos também muitas vezes priorizar o silêncio em nossa vida do que proferir palavras que não serão para edificação do Reino.

    ResponderExcluir
  25. Lindo parabens!
    Tenho que exercitar mais o que Chico ensinou: segurar água na boca pra não ofender com palavras!
    As vezes esse é o meu problema, e palavras voam com o vento não é amiga?
    Gostei daqui
    Beijos de luz

    ResponderExcluir
  26. Boa noite, querida amiga Célia.

    A palavra... Que lindo!!
    A palavra tem tanta força, que muitas vezes até nos assusta.
    Muito obrigada pela sua companhia.

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  27. As Palavras são por vezes traiçoeiras ! É preciso saber usá-las ! Mas são muito belas quando são fonte de inspiração para um Poema tão lindo como este!
    Feliz 2012

    ResponderExcluir
  28. Oi, Célia.
    Que poema bonito! As palavras são mesmo mágicas em nossa vida.
    Beijinhos abençoados,
    Joana

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde!

    Como já comentamos no blog, o Yehi Or! sempre foi alvo de ataques, tendo sido
    excluído e invadido muitas vezes.
    Bem, infelizmente aconteceu de novo. Assim, decidimos por não insistir mais e deixá-lo excluído.

    Mas não, ninguém vai nos calar. Em lugar do blog, temos agora um perfil no Facebook e uma página no Tumblr.
    Então, vim avisar para que você continue a nos acompanhar nesses dois novos lares.
    Pode nos adicionar, seguir... e se puder ajudar a divulgar, ficaremos muito gratos.

    Aqui seguem nossos links:

    Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100003244609425

    Tumblr: http://yehior.tumblr.com/


    Muito obrigada pela amizade e por caminhar conosco por tanto tempo.
    Continuemos juntos!

    Abraços e que Deus seja contigo sempre!


    http://www.youtube.com/watch?v=zBj-UZuNlxs


    Equipe do blog Yehi Or!

    ResponderExcluir
  30. Sem palavras para expressar a sabedoria e a sensibilidade contidas neste poema belíssimo. As palavras têm um poder imenso, podendo transmitir dor ou alegria.
    Que Deus ilumine nossas palavras para que sejam sempre inspiradoras do amor e da paz.
    Abraços carinhosos,
    Angela

    ResponderExcluir
  31. Palavras, muito cuidado com elas, tanto elevam como derrubam pessoas. Belo poema!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.