terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Fortalecendo-me




Na mansuetude repenso
Nosso olhar naquela tarde
Onde vidas projetamos
Sonhos realizados, outros interrompidos
Tateio planos, ouso prosseguir
Em conflito, abandono-me.

Usufruo da inteligência intrapessoal
E, analiso o que me consome
Não me iludo com o que foi
Apenas busco outras luzes
Para novos passos... vida nova!

No lirismo das poesias, meditações e músicas
Refaço minha transfusão espiritual
Minha veia transfere amores,
Perfaz caminhos pedra sobre pedra
Reergue-se forte e vitoriosa
Na magia de um novo processo.

Célia Rangel, autora.
Membro da Cia dos Blogueiros
Clube dos Autores

24 comentários:

  1. Sempre se é necessário esse fortalecer-se, essa busca por novos horizontes.
    Linda sua poesia querida Célia.

    Te sinto tão guerreira, admiro-te.
    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  2. E nos dá de presente estes lindos poemas! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Célia, interessante que eu acabei de passar em um blogue de poemas cuja poetisa lamentava uma dor passada e sua poesia parecia de alguém que estaria presa ao passado. Não sei se trata-se de ficção ou realidade, pois como já dizia Fernando Pessoa, o poeta é um grande fingidor, rs e agora, deparo-me com o seu que é exatamente a minha opinião. A de recomeçar.
    Se decidir publicar um livro, saiba que terá todo o meu apoio.

    ResponderExcluir
  4. Amada recomeçar é a melhor coisa!!!
    Bjus e fica com Deus!
    *-*

    ResponderExcluir
  5. Um constante processo é o crescer de cada ser humano.
    Vivenciar, tirar o melhor e seguir.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. OI querida, obrigada pelas palavras doces a respeito do meu lar...
    Adorei.
    E esse poema nos faz lembrar que tudo vira um recomeço cedo ou tarde...
    Lindas palavras.
    Biejos carinhosos

    ResponderExcluir
  7. Esse processo, nos versos e na vida, tem seus encantos. As transformações, a adequação aos caminhos, as descobertas... tudo significa vida.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Célia,

    Passando para ler as suas Palavras e deixar o meu abraço. Agradeço o carinho no Palavras que esteve parado por uns dias, mas já está de volta.

    O seu poema fala de um recomeço com sensibilidade e doçura, lindo como tudo que você escreve.

    Boa semana!

    Beijos

    Leila Rodrigues

    ResponderExcluir
  9. Olá Célia. Muito lindo este poema. É sempre hora de mudar, virar a página e se reinventar. Já lembrei da minha querida cronista Fernanda Mello. Mas vá enfrente com a sua vida e se fortaleça sempre e cada vez mais. Beijos no coração. Deus abençoe.

    http://soentrenosmulheres.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Sempre bom visitar esse espaço, ja estava com saudades, esse poema esta vindo de encontro ao momento que esta a minha vida em alguns aspectos.

    Belissimo Poema,Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Célia nossa vida é um constante busca de um dom maravilhoso dado por Deus: o presente!
    Obrigado pelo carinho, pelas orações e principalmente por sua amizade que é para mim tão valiosa!
    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  12. Quem ousa prosseguir tem forças para vencer. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  13. Olá, grande amiga Célia!
    Seu poema é uma sábia e poética introspecção.
    A vida sempre nos requer mais força para superarmos os obstáculos e mantermos o equilíbrio.
    Parabéns por mais uma obra brilhante!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  14. Minha Amiga.
    Seu poema sinceramente é magnifico vem sempre de encontro com coisas que acontece muitas vezes em nossas vidas.
    Querida passando um pouco cedo para desejar um feliz final de semana.
    Na sexta meu neto se casa logo serei bisa estou feliz
    como nunca estive na vida.
    Beijos no coração.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  15. A cada manhã, novas buscas, novos alvoreceres interiores. Bom refletir sobre eles.
    Beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  16. Que lindo Célia, adoro estar por aki, Tenha um ótimo dia! Bjos

    ResponderExcluir
  17. Muito bonita poesia,Celia!E fortaleceu a todos nós!Bjs e meu carinho!

    ResponderExcluir
  18. Célia,
    Seu poema me fortaleceu, muito bonito! Adorei o ziriguidum, rsss
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  19. Muito lindo seu jeito de escrever Célia, aprecio demais...
    Minha querida, doce seja sua tarde, beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  20. Célia, um beijo no seu coração! É sempre um grande prazer nas vezes que passo por aqui, poder ler coisas tão lindas que você tão bem escreve e publica.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite, querida amiga Célia.

    Amém!!
    Força abençoada.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Tudo há de vir na hora certa!
    Quando estamos prontos o caminho aparece!
    O ideal é não criar muitas expectativas. Isto traz decepções...
    É só aguardar e confiar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Minha querida!
    Que balanço vc deu neste poema...
    transfusão espiritual...muito profundo nas palavras,intocável.Todas as formas de comentar deixa muito a desejar,pela profundeza das palavras que só vc sabe empregar...
    bjssssssss amada minha!

    ResponderExcluir
  24. Adoro quando você esbanja esse amor em seus poemas...lindo!!!
    Abraço

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.