segunda-feira, 25 de junho de 2012

Momento




Não quero mais fazer contas


Sequer também compromissos


Apenas sobreviver


Com excesso de ternura


Meu livro está editado


Na pessoa que sou


Quem decifrar meus hieróglifos


Saboreará página por página


A última, cada um escreverá  


Sem leviandade, apenas com sabedoria


E o entusiasmo da maturidade amiga


Que nos transporta ao eterno


Redenção real ao que tem valor


Sem números, sem mandos, sem lei.


Leve assim, levianamente, flutuemos


Indulgentes preparando caminhos


Apenas!

Célia Rangel, autora.
*Cia dos Blogueiros
*Clube de Autores


23 comentários:

  1. Isso que eu chamo de decisão acertada! Viver leve, feliz, descompromissada, podemos quando já cumprimos nossa missão, e me parece que a sua está cumprida, não é? Bjs

    ResponderExcluir
  2. Amiga Célia,
    Uma vida bela assim, nos Campos Elísios, no Paraíso é o sonho que é quase possível, mas, perfeitamente viável em poesia.
    Poema bem engendrado com ingredientes sábios e belos como sempre, amiga.

    Abraços sinceros do amigo!

    ResponderExcluir
  3. Você é um grande livro, Srta! abraços

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que vc esta escrevendo um livro incrível amiga, com toda serenidade sensatez e equilíbrio que tens! Bjoooosss

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente perfeito, Celia! Adorei. "Meu livro está editado/Na pessoa que sou" é uma beleza. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Célia,

    Sobreviver com excesso de ternura é bom demais.

    "Leve assim, levianamente, flutuemos
    Indulgentes preparando caminhos
    Apenas!"

    Perfeito!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Célia, bom poder retornar aqui e ver suas inspiradas publicações, minha querida, que por sinal, sempre nos encanta. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida
    "Redenção real"... é um bem supremo ao coração... reconforto e refrigério para a alma...
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  9. O ESSENCIAL EM NOSSA VIDA É QUE FIQUE EM TODA PARTE, POR ONDE PASSAMOS, O FRUTO DE NOSSA BONDADE.ABRAÇOS DE LUZ.

    ResponderExcluir
  10. Olá!Boa noite!
    que lindo poema!
    ... somos nós que escrevemos nossa história e somos responsáveis pelas nossas linhas...todos nós podemos ver a capa do livro da sua vida, o seu conteúdo só você vai poder ler e julgar, absolver ou condenar o que escreveu...
    Obrigado pelo carinho da visita1
    Boa quarta feira!
    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  11. A vida, de cada um, é um desenho desenhado em uma página em branco do tempo. Lindissimo e peofundo o seu texto. Adorei, ter comentado no meu blogue. Podes ter certeza, que ajudaste a enobrecer aquele espaço. Por isso, estamos gratos. Sempre y Siempre.

    ResponderExcluir
  12. «Meu livro está editado
    Na pessoa que sou» GOSTO! GOSTO

    Trata-se de um livro muito belo. E sempre aberto...

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  13. Hola, mi querida amiga, no quería alejarme sin agradecer tu cercanía: me gustaría dejarte un comentario, pero veo que no hay donde, así que decido dejar aquí mi gratitud y mi admiración. Es un placer siempre pasar a leerte.Tu cercanía y tú cariño, a pesar de la distancia, me hace muy feliz en estos momentos algo difíciles en mi vida. Con positiva esperanza siempre que Dios me concederá tiempos mejores.Hola, mi querida amiga, no quería alejarme sin agradecer tu cercanía: me gustaría dejarte un comentario, pero veo que no hay donde, así que decido dejar aquí mi gratitud y mi admiración. Es un placer siempre pasar a leerte.Tu cercanía y tu cariño, a pesar de la distancia, me hace muy feliz en estos momentos algo difíciles en mi vida. Con positiva esperanza siempre que Dios me concederá tiempos mejores.Te dejo un inmenso abrazo deseándote lo mejor del mundo. Se muy feliz. MARINA. Célia perdona si te he molestado.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, Célia. E sobreviver nesse mundo já está muito difícil.
    Que a nossa alma livre desperte o sentimento nas pessoas de leveza,
    paz e uma união fortemente proclamada em território de paz!
    Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  15. Celia,ás vezes é melhor mesmo descomplicar mais as coisas e viver a vida com mais tranquilidade!Muito linda sua poesia!bjs,

    ResponderExcluir
  16. Célia,


    Meu livro está editado


    Na pessoa que sou... Lindo!

    e nas suas palavras podemos conhecer esta pessoa incrível que você é!

    eu espero um dia ler o seu livro e saborear suas maravilhosas Palavras!

    Beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  17. Minha querida

    Que nesse livro fique eternizado tudo o que foste e que és...para os que ficarem se lembrarem.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  18. Quando se escreve com a alma, o texto fica assim como o seu... simplesmente perfeito!

    Sou sua fã, seus escritos me tocam profundamente...

    Bjos

    ResponderExcluir
  19. Bom dia Célia querida


    Lindo poema, sensação de liberdade por aqui...

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  20. Flutuar, assim, entre os sonhos e as realidades, não é demasiado sério nem obrigatoriamente aligeirado. Fica-nos a Vida Bela.


    Beijos

    SOL

    ResponderExcluir
  21. Bonito, mesmo muito bonito este texto cheio de poesia!

    ResponderExcluir
  22. Vamos saborear seu livro, e continuar saboreando outros poemas, sempre! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.