quarta-feira, 20 de junho de 2012

Uma pessoa





Da imaginação à ação,
A mente cria,
Os pés transportam
Desprovidos de tudo, senão andar...
Tropeçam, caem, desistem,
Mas a mente continua com a ideia...
Falta-lhe o transporte.
Em socorro vem o espírito
Com sua luz mostrando pistas...
Tira-me do vacilo do mundo
De cinzento passo a enxergar o azul.
Preencho vazios deixados por você
O que era de outro, agora é meu,
Lembranças, saudades, dádivas...
Aconchego para meu inverno vivente.
Minhas mãos que tocam, acariciam, aquecem...
Pessoas.


Célia Rangel, autora
*Cia dos Blogueiros
*Clube de Autores

10 comentários:

  1. Seus sentimentos me parecem tocáveis... Dom!

    Parabéns pela inspiração.

    Ótima noite.
    Grande abraço.
    Tatiane.

    http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

    Att.

    ResponderExcluir
  2. Linda noite para ti minha amiga das letras!
    É nas lembranças que estão o que chamamos de inspiração...poema muito bem inspirado no sentimento maior que é vindo da alma...
    bjs de boa noite!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Célia,

    Inteligente e intenso como sempre!

    Beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  4. Hoje começa o inverno e temos que nos preparar para a estação, interessante a sua lembrança. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. Olá Célia, acho que alguns vazios deixados serão sempre vazios, difícil preenche-los! Um dia lindo p vc! Bjoooooss

    ResponderExcluir
  6. Gostei da distinção entre a mente e o espírito. Belo poema, Célia! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. O espírito escreve lindas poesias, eleva nossas palavras! abraços

    ResponderExcluir
  8. Uma mescla de sentimentos, lembranças, saudades que se aconchegam no seu inverno vivente. Bjo

    ResponderExcluir
  9. Ainda bem que consegues «do cinzento [passar a enxergar] o azul»... Não é fácil, por vezes. Carece de muito otimismo...

    Beijinhos azuis, Célia!

    ResponderExcluir
  10. E suas mãos ainda aquecem pessoas, que bom! Sempre vamos precisar de mãos e sempre vamos dar mãos, pois vivemos irmanados sempre! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.