quarta-feira, 25 de julho de 2012

É a vó...





Idosa, é a vó...
Anciã, é a vó...
Terceira idade é a vó...
Melhor idade já tive...
As juntas doem...
A memória falha
Os hormônios desregulam-se todos.

A insônia ou o cochilo pegam-me a qualquer hora
Os cabelos rareiam e embranquecem
As rugas caminham a passos largos
Curvas agora só as da coluna
Deformidades mil.

É a era do despenca...
Nada de silicones
Tudo ao natural
Essa era a minha avó...
Legado herdado
Hoje... sou eu.

Traço e retraço isso tudo
Lapidando o meu ser intelectual
Não só nos bolos e tricôs
Mas e, principalmente, em leituras.
Alimento-me espiritualmente
Coloco em palavras sentimentos
De sabedoria, de serenidade, de sensualidade.
Sou avó à distância
Com mente século XXI e matéria século XX...



Célia Rangel, autora.
*Cia dos Blogueiros
*Clube de Autores

20 comentários:

  1. Oi Célia,

    ser mãe já é muito bom, ser avó deve ser melhor ainda!
    Porém hoje as avós estão mudadas. Se não conseguimos esconder as marcas do tempo, conseguimos usar o tempo para alimentar a alma. Hoje as avós tem facebook, fazem academia, tem seus grupos de amigos, viajam, se divertem e não têm vergonha de expor os seus talentos. Então é a sua hora de viver tudo isso, a vó escritora que será um grande orgulho para os netos.

    Beijos amiga querida e curta muito esse momento!

    Leila

    ResponderExcluir
  2. Olá, amiga Célia!
    Nossos ascendentes somos nós amanhã, por isso devemos aprender não só com o tempo por eles vividos, mas também com sua experiência e sabedoria.
    O poema nos traz boa reflexão.
    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir
  3. Não há nada mais divino que um avó sorrindo ao passado, dizendo: não há nada tão pesado!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Célia querida


    Que delícia teu poema...
    E as avós são a coisa mais gostosa do mundo...


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  5. KKK...Celia,de fato a melhor idade é quando temos 20 anos,o resto é adaptação!Linda e tb divertida poesia!bjs,

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema, Célia!
    Ser avó é uma bênção, ter avós um presente de Deus!
    Beijinhos,
    Angela

    ResponderExcluir
  7. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem, Célia?
    ah..concordo com um comentário acima...as vovós de hoje em dia são modernas, antenadas, comem no "fast food", curtem filmes de ação, além de, principal, apresentam aos netos as boas músicas,e os bons livros ,além de escrever em blogs, acalmam os pais, ensinam como agir em situações de emergência e dá mais serenidade e maturidade à família...
    Parabéns pelo DIA DA AVÓ!
    Obrigado pelo carinho das palavras em meu blog!
    Boa sexta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Célia,

    Boa noite! Tudo bem? Parabéns pelo texto! Descreveste a avó do mundo contemporâneo. Sinto saudades da minha avó que se foi sem despedir, vítima de um atropelamento. Lembro dela com muitas saudades e o que ficou foi lembranças eternas.

    Beijos,

    Lu

    ResponderExcluir
  9. Olá Célia!!amei o poema;linda homenagem para as vovó,eu já sou avó de 3,Ivan Junior Isabela e Lívia,amo meus netos..bjocas Célia

    ResponderExcluir
  10. E verdade, as avós hoje não são mais as do tricôs, mas sim da internet, são antenadas, mas não deixam de se avós! Feliz dia das avós atrasado! Beijos

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga! Parabéns pelo belo texto, pelas considerações tão bem colocadas, de uma forma prazeirosa à leitura.... Linda homenagem! O carinho dos amigos traz um bem e um conforto que nem imaginas! É um alimento para o coração! Terei uma postagem nova na segunda-feira, dia 30 de julho.
    Grande e carinhoso abraço!
    Sábado e domingo abençoados!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Célia, em mais um belo poema, você mais uma vez nos proporciona a ter uma boa leitura, daquelas do tipo que, devem ser lidas com olhos, é óbvio, mas sentidas com o coração, a grande visão da alma. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  13. Oi Célia, tmb sinto muito a falta da minha avó, pena que ela não está mais aqui...
    Tenha um ótimo fds, bjus!

    ResponderExcluir
  14. Olá Célia.

    São os ciclos da vida e o tempo a tudo reciclar. "Nada se perde, nada se cria. Tudo se transforma".

    Um abração e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  15. Ah! CÉLIA!!!
    Primeiro você me mata de rir, depois me emociona, quem é você? Escritora, mãe, vovó, mulher, quantos papéis!!! E uma amiga muito banaca!
    Um ótimo domingo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá, querida
    Hoje finalmente consigo comentar vc... que bom!!!
    É uma alegria estar com quem é amigo e comenta sempre a gente também...
    Vc pontuou uma avó antes e depois... a antiga e a moderna... será que não temos traços marcantes dos dois tipos em nós???
    Em mim, sim... sem querer... é instintivo...
    Lindo ser avó!!
    Parabéns a nós!!!
    Seja muito abençoada e feliz!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  17. Oi Célia parece que eu consegui deixar uma mensagen pra vc,passei muito tempo tentando mas não conseguia!!!
    Você como sempre com poemas tão lindos que nos deixa flutuando!!!
    Amada tenha uma semana abençoada e obrigada pela vista,volte sempre viu eu tava com saudades de vc!!!
    Abraços...

    http://aninhavitoriosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Muito bem descrita esta Vó!... Também me revejo um pouco nela...

    Beijinhos de Vovó para Vovó...

    ResponderExcluir
  19. Olá Célia, a batalha começou e o tempinho fica escasso.
    ...Conforme citei no outro comentário sobre o meu trabalho, estou enviando o link ...ficaria
    muito agradecida se você passasse por lá e comentasse.
    Muito obrigada pela ajuda.Mil beijocas. E tenha uma semana iluminada!

    Segue o Link:
    http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=2496

    Muito Obrigada pela sua ajuda! Até breve....

    ResponderExcluir
  20. Ser avó com essa visão é bom demais, Célia.
    beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.