segunda-feira, 9 de julho de 2012

Onde?











Pela rua sigo à procura
Da sua voz, do seu olhar.
Observo, nada me atrai.
Há passos sonoros,
Sorrisos contagiantes,
Envolvimento nem tanto...
Há liberdade em cada esquina,
No destino a seguir,
Sem desvios, ou retornos possíveis,
Apenas, uma reta sem obstáculos.
Preservo e persisto,
Há um tesouro a desvendar!

Célia Rangel, autora.
*Cia dos Blogueiros
*Clube de Autores


20 comentários:

  1. Célia
    Isso mesmo, Célia, temos que fazer nosso caminho confiantes, encontraremos lá na frente o que almejamos, uma ótima noite, bjs

    ResponderExcluir
  2. O teu coração é que é um verdadeiro tesouro, minha querida!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Minha querida Célia

    Temos e devemos sempre procurar o que nos faz felizes e não recuar nunca...lindo como sempre.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Onde?
    Sim minha querida Célia, seguir sempre em frente, com convicção em busca do que almejamos.
    Beijos de uma noite de paz.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde minha querida amiga das letras !!!!
    Onde ?
    Quando procuramos sempre encontramos razões inevitáveis nos sentimentos...
    bjssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Oi, Célia! O lema é persistir. Nenhum tesouro se esconde para sempre. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Sublime seu poema minha querida, com toda certeza por onde quer a gente vá, sempre haverá muito a se desvendar...
    Beijinhos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  8. Celia,bela poesia!A vida tem mesmo tesouros lindos a desvendar,basta ficarmos atentos!bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  9. Lindas, belas e encantadoras palavras, transformadas aqui, através de uma doce inspiração, numa amável poesia. Um beijo no seu coração minha amiga Célia.

    ResponderExcluir
  10. Esse, é o caminho!
    Siga-o e desvenda, o tesouro.

    um abraço, Célia!

    ResponderExcluir
  11. Eis que vejo a sua determinação, feminina e firme, bonito. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  12. Nunca desistir. Persistir e insistir no seu objetivo sempre.
    Minha amiga adorei a visita.
    Beijos grandes
    Andreza Canela

    ResponderExcluir
  13. Oii Célia, sempre temos que estar atentos aos tesouros que a vida nos coloca p desvendarmos! Bjinhos!

    Estou retornando e trazendo um sorteio mineirinho lá no blog, passa lá p participar! Bjooossss

    ResponderExcluir
  14. Somos sempre chamados a desvendar o que a todo instante surge bem diante de nós.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  15. O que nos faz feliz pode estar no encontro de um simples olhar...

    Linda poesia!
    Deixo meu carinho!
    http://pequenocaminho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Acredito, Célia, que agora é só seguir o caminho.

    Abraço,
    Jorge

    ResponderExcluir
  17. Onde?...Por vezes procuramos o que estão muito perto.

    Saudações cordiais.

    ResponderExcluir
  18. olá Célia

    obrigada pelas suas visitas
    Sempre que queremos encontrar um "tesouro" o melhor é mesmo preservar e persistir: um poema com grande verdade

    beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Olá Célia,
    Apareça sempre, pois, além desses poemas maravilhosos que escreves e me dá o privilégio de ler, tuas visitas me encantam...
    Beijos e até mais!...

    ResponderExcluir
  20. Célia, esse poema é "papo pra um cafezinho"...
    A D O R E I !
    beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.