terça-feira, 31 de julho de 2012

Sacos de pão a serviço da literatura














Em tempos onde se discute e-books, audiobooks, livros impressos sob demanda e uma infinidade de “meios de transporte literários” embasados na tecnologia, é comum que muitos acabem ignorando que o mais importante nunca foi e nem nunca será a plataforma em si, mas sim o conteúdo.
Afinal, um bom texto acaba encontrando leitores onde quer que estes estejam – seja em livrarias, na Internet ou em qualquer canto.

Na semana passada, recebemos um e-mail curioso do autor do Clube Pedro Gonçalves Dias, que está com suas poesias sendo impressas em sacos de pão (em parceria com o projeto euAMOpão). Isso nos faz pensar em algo que chega a ser óbvio: não é a literatura que precisa de novos meios ou plataformas de publicação – são os meios, velhos e novos, que precisam da literatura para se tornarem mais relevantes perante o imenso público leitor brasileiro. Afinal, o que importa mesmo não é ler em formato impresso, e-book ou qualquer outro – é apenas ler. Certo?

Fonte: Editorial Clube de Autores
 clubedeautores@clubedeautores.com.br    

20 comentários:

  1. Uau, que curiosidade ímpar essa Célia.
    Me deu vontade de comprar pão e sair de dentro da padaria já me deliciando da leitura.
    AMEI!
    E vamos nós, sempre, dedicarmo-nos de toda forma possível às leituras.
    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  2. Que bela ideia, Célia! Não conhecia. Seria bom receber um haicai ou algum poema curto, tipo trova, com as compras. Tomara que vire moda. Obrigada pelo divertidíssimo comentário sobre o macaco e a simpatia financeira! :) Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Também torço pra virar moda. Já estive num café onde os pratos tinham nome de escritores e o cardápio tinha fotografias... mas assim, com o texto se mostrando, é bem melhor!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Nossa,eu amei essa ideia!Lembro que escrevi a menina voadora em saco de pão quando tinha 9 anos!...rss...adoraria ter uma poesia nesse saco!....rss...bjs.

    ResponderExcluir
  5. Muito boa idéia! Não importa o meio, importa o conteúdo!
    Gostei!
    Sou eu, a marciagrega que está aqui...
    Quero te convidar para visitar e conhecer o blog da minha empresa de Midia Social. Mais uma nova empreitada que começo, com o auxílio de minha sobrinha que mora na Flórida.
    Precisando de nossos serviços é só avisar!
    http://zixplus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esta iniciativa já passou por cá há uns anos numa das campanhas de Leitura.Foi um êxito. Depois, inexplicavelmente (ou talvez bem explícito) a acção parou.
    ...A Secretaria de Estado da Cultura, uma das partes, descasou-se com a dita (Cultura).
    Êxito assegurado mas com falta de rendimentos apropriados.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  7. Oii Célia, bom retornar de viagem e me deparar com esse projeto super do bem, amei a ideia, um simples saco de pão a serviço da literatura, amei! Bom estar aki novamente! Bjoooooooss

    ResponderExcluir
  8. Olá Célia.

    Que legal. Realmente interessante. Já pensou? Daqui a pouco, vamos ler poesia na sacola da loja, na embalagem do leite, na garrafa de refrigerante... Tomara que isso se amplie.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  9. Oi Célia, obrigado pela mensagem, obrigado por fazer parte de minha vida!
    Ahh obrigado também pelas orações que me fortalecem e me dão coragem de corresponder meu Sim com fidelidade!
    Deus lhe pague por sua amizade!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Muito gira a ideia! E original. Eu cá gosto de ler em papel. Até porque tenho muita dificuldade em ler no computador...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem, Célia?
    ... concordo plenamente! Uma novidade e tanto para mim e "achei" muito interessante!Projeto euAMOpão...ah tá...olha o q eu encontrei...“O pão!”
    "O pão de sal,
    Tem casquinha,
    que é uma delícia!
    O pão de doce,
    é saboroso.
    Ah, estou me lembrando de uma coisa,
    Aquele creme amarelinho
    Do pão de doce,
    é de saborear!
    Kessya Diulie Moreira Fagundes, 7 anos."
    Que seja bem vindo esta ideia.
    Obrigado pelo carinho de suas palavras em meu blog! Muito feliz por poder compartilhar de sua amizade!De coração!
    Boa quarta feira!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Certíssima Célia!

    a idéia é genial! São mesmo os meios que precisam encontrar uma boa literatura para se tornarem atrativos.

    beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  13. Lindo Célia, escrever e ler é tudo o que se precisa para alimentar nosso espírito, ainda mais poesias, amo poesias, em todas as embalagens como disse o poeta Antonio, lindo isso, amei!
    Abraços amiga linda!
    Ivone

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Célia querida



    Que idéia mais legal. Adorei!!!


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  15. Oi querida Célia,

    Tudo bem? Penso que quando se deseja a leitura, não importa a forma, ambiente, tecnologia ou mídia, sempre o prazer acontecerá. Isso pode acontecer na biblioteca, na internet, no saco de pão, na revistinha de cabeceira ou em qualquer formato. E aí, viva-se o conteúdo. Muto boa a reflexão!

    Lu

    ResponderExcluir
  16. Célia, ler é sim o mais importante, independente de qual meio possa brotar essa leitura. A boa leitura é a porta que se abre para o mundo do conhecimento. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  17. Célia amei tua casa, olha só abri tuas gavetas para ler alguns de seus textos, gostei muito, por mim comentaria todos, mas infelizmente o tempo urge, então deixo o meu parabéns neste último e tenha certeza que sou visitante que volta, o texto acima é realmente muito bom, ler é um hábito que deveria ser incentivado sempre, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  18. Trabalho muito bonito, na minha cidade existem grupos de estudos literário, com distribuição de poesias nas ruas, sarau literário com declamações e músicas, e outros eventos voltado para cultura, arte e literatura. Parabéns pela iniciativa, muito bacana!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  19. Aplaudindo de pé, oportuna demais esta publicação. Com relação aos saquinhos de pães a ideia é antiga, lembro ter tido notícia dessa iniciativa lá em Ouro Preto, faz muito tempo, coisa de mais de 20 anos pra ser modesto.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.