segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Incógnita







 
 
 
 








 
De nebuloso o dia iluminou-se
Envolvendo-me com seu jeito moleque de ser
Apontava caminhos brincava de esconde-esconde
Com passos lentos e ressabiados
Eu sondava seu caminho com mente inquisitiva
Afinal, o que você quer?
Canais sensitivos congestionados
Esgotaram minhas possibilidades
Até que ao entardecer a lua azul
No crepúsculo da minha esperança
Aponta saídas, caminhos estelares
Onde cada nuvem toma forma amorosa
Desabando-se em bênçãos ansiosas
Que se depositam como paz de anjo dormindo...
“Um(a) menino(a) passarinho(a) com vontade de voar”...
 


Célia Rangel, autora.
(imagem - Google)
(vídeo youtube)

19 comentários:

  1. E o crepúsculo se transforma em visão encantada, pelas cores irradianadas na alma iluminada! abraço

    ResponderExcluir
  2. Me tornei menino passarinho ao te ler e me deu vontade de voar.
    Célia, quanta beleza em seu poetar.

    Lua azul, crepúsculo da esperança, caminhos estelares...magia que se faz e me envolve por demais.

    LINDO!!
    Beijos de uma semana de paz e alegrias.

    ResponderExcluir
  3. «De nebuloso o dia iluminou-se
    Envolvendo-me com seu jeito moleque de ser» - Muito lindo esse jeito com que você usa a língua...

    Um belo poema para um belo dia cheio de esperança e luz.

    Beijos moleques....

    ResponderExcluir
  4. Oii Célia, que coral mais lindo, que delicia de musica, perfeito! Amei!

    ResponderExcluir
  5. Oi Célia,

    Tudo bem? Encantada com o vídeo! E o seu texto me traz a lembrança da busca pela liberdade durante a minha adolescência. Hoje gostaria de ter voado menos e pousado mais.

    Boa semana!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  6. O grande Luiz Vieira encontraria parceria fértil com você. Parabéns, Célia.

    ResponderExcluir
  7. Amiga Célia,
    O poema é uma ótima metáfora sobre nossos anseios pueris de desvendar e domar o mundo.
    Ícaro nos ensina que somente poderemos voar mais alto se já saímos da incógnita para cognição, senão será um voo de galináceo e não de condor.
    Parabéns pelo alumbramento!

    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir
  8. A nossa Vida é um pouco assim. Brumas e núvens a anteceder Sóis radiosos e dias abertos. Poesia a sugerir Meditação interior.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  9. .


    Vim trazer uma flor e
    deixar um beijo,

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
  10. Símbolos, figuras, metáforas. Quão belo e rico versar. Parabéns Célia.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  11. O que fazer com essa inquietante vontade de voar?
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  12. OI CÉLIA!
    O PODER DA BELA MÚSICA NOS TRANSPORTA PARA O ALTO E COMO O MENINO PASSARINHO, TAMBÉM FICAMOS COM VONTADE DE VOAR.
    TEU TEXTO ESTÁ BELÍSSIMO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  13. Adoráveis palavras e musica...doce tarde amiga, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. Oi, Célia! Agora você está se especializando em combinar poemas belíssimos com vídeos quase tão bons quanto? Ótima ideia! Desde que se tenha uma bagagem cultural como a sua para manter o nível. Parabéns!

    ResponderExcluir
  15. Essa música é tudo de bom amiga!!! AMO!!!
    Das suas palavras nem preciso comentar...como sempre maravilhosas!

    Beijão

    ResponderExcluir
  16. Parabéns Célia mais uma vez...
    Seu blog a cada dia está melhor!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. Adorei esaa coral e a "garra" com que cantam
    Obrigada. fabuloso
    BShell

    ResponderExcluir
  18. Linda composição de versos e melodia, emocionante, bjo grande e uma ótima noite!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.