quinta-feira, 4 de outubro de 2012

ASSIM...






 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Brindo a vida, não importa como...

Uma música, uma dança, uma bebida ou, uma oração,   

uma boa companhia, um olhar, ou mesmo só,

brindo dando um realce ao meu existir

degustando de uma bela taça...

 

O poeta se liberta com palavras.

Libertemo-nos brincando com as mesmas.

Amo a noite. A calma. Não se ouve nada.

Um vazio pleno.

De repente, ouve-se algum ruído de alguém,

perdido em altas horas embriagando-se com suas tristezas.

 

Na penumbra do pensamento embalo dedos em um teclado,

dele extraio poemas que fazem dueto com minha alma insone.

Penso que Deus me olha e diz: - quanta maluquice de vida em um ser somente...

Ainda assim,

Refaço sempre, mais e mais, a loucura de amar em mim, você.

 

Célia Rangel, autora.
*Cia dos Blogueiros
*Clube de Autores
(Google Imagens)
 

 

 

 

 

15 comentários:

  1. Oi Celia, brindemos sempre a vida e a dadiva do viver...
    Bjks e otima noite

    ResponderExcluir
  2. Célia querida! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis! Brindo com você! Celebrar a vida, sempre!
    Desculpe pela demora em aparecer!.... Vem comer bolo comigo.... Num dos tópicos do dia 05....
    Tem post novo!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Na sinfonia da madrugada, o amor reeditando as poesias, lindas poesias! abraços

    ResponderExcluir
  4. Brindo a sua poesia, e a minha passagem por aqui. É sempre agradável te ler. Parabéns!!!

    Te desejo uma ótima sexta-feira, um ótimo final de semana.
    Forte abraço.
    Tati.

    http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

    Att.

    ResponderExcluir
  5. Brindo contigo aos silêncios criadores de palavras. Uma bela sinfonia num belo Poema.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  6. Que brinde mais gostoso Célia, "amar em mim vc" foi ótimo, gostei! Bjooosss e ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Célia.

    "O poeta se liberta com palavras". Gostei disso. Acabo de postar lá no Blog, um poema versando sobre onde encontramos a poesia. E aqui chegando, achei esses belos versos.

    Um abração, Bom fim de semana e bom voto.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Célia! Deus deve se divertir com o lado maluquinho de nossas vidas. Eu brindo a essa ideia à minha maneira, com irreverência e suco de caju. Saúde! :)

    ResponderExcluir
  9. Uma poesia linda querida, gostei muito!
    Bjinhos no ♥

    ResponderExcluir
  10. Celia,penso que Deus adora essas loucuras de poeta!...rss..linda celebração á vida!bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  11. Célia, um ótimo final de semana pra você e sua família!

    ResponderExcluir
  12. Célia, a celebração que devemos fazer a vida pode ser nas coisas mais comuns, como ler um livro, ouvir uma música, papear com um amigo e até, assim, numa bela poesia. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite querida Célia!

    Sim, amiga, são nas palavras que nós que gostamos de escrever, encontramos a liberdade para voar, nos expressar, abrir o coração e ao mesmo tempo, celebrar a vida, seja em que circunstância for.
    Bela poesia, amiga. Gostei demais.

    Muito grata pelas palavras solidárias lá no Sementes Preciosas, na minha ausência e no meu retorno. Deus te abençoe, querida.

    Beijos da Lu...

    ResponderExcluir
  14. E com seus dedos no teclado nos brinda com seus poemas que canta este amor eterno! Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!Boa noite!
    Célia...o poeta liberta-se
    pela palavra... liberta no verbo flutuante,que leva o descrente a reinventar desejos, a sonhar junto, a brindar e sorver o licor apaixonado de cada palavra...
    Obrigado!
    Bom final de semana!
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.