quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Bruxarias pessoais










 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Boa ou má toda mulher é meio bruxinha

Projetamos e realizamos algumas ações

Que até as bruxas verdadeiras desconjuram

Saiba que é você que me torna assim protagonista

Do bem, do mal, fazendo do meu humano, reflexo do seu

Que me contagia em todas as estratégias para vencê-lo

Sem dia ou hora determinada posso explodir em meu caldeirão

Somos todas meio bruxas, meio fantasmas, meio feiticeiras,

Sacis ou fadinhas depende do humor – o culpado de tudo!

Fantasias? Desnecessárias... travestidas de boazinhas...

Destilamos nosso veneninho com olhinhos angelicais

Ouçam só a gargalhada da bruxa que em seu caldeirão

Acrescenta alquimias da inveja, da fofoca, do olho gordo, sem dieta...

Da falsa moralidade, do preconceito, do julgamento

Destilando seus horrores por onde passa

Mantenha distância quando o lado bruxo de alguém se aflora!

 

Célia Rangel
*Cia dos Blogueiros
*Clube de Autores

6 comentários:

  1. Bom dia minha amiga Célia, pois é, somos todos, sem exceção, um pouco bruxos, do bem, do mal, é uma mistura para podermos quem sabe encontrar um equilíbrio?!
    Mas é também uma forma de nos aproximarmos do que dizemos a imortalidade, nosso eu, pois creiamos ou não além de bruxos, somos deuses!!!
    Feliz Dia das Bruxas!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. kkkk "destilamos nosso veneninho com olhinhos angelicais", ameiiii Célia, quem já não o fez que atire a primeira pedra, minha sogra que o diga rsrsr bjoooss

    ResponderExcluir
  3. há bruxas piores, que estão em outras "dimensões"! abraços

    ResponderExcluir
  4. Todos nós convivemos com afloramentos perigosos.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  5. Muito, muito giro, Célia! Só mesmo você... Não resisto: vou copiar...

    Beijinhos de bruxinha para bruxinha...

    ResponderExcluir
  6. Pior que temos mesmo um pouco de tudo isto! Não mexe no caldeirão não????? Vixi! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.