quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Mente... um chip harmonioso

(imagem: Google)
 
É frágil o departamento de arquivo da memória

 
Entre lembranças e esquecimentos

 
Com certeza, inimigas mortais.

 
Quando uma se apodera do espaço,

 
A outra tem dificuldade enorme em se estabelecer.

 
Talvez, por uma visão soberbamente competitiva,

 
Digladiam-se em busca do poder e do mando.

 
Diante de tantos desmandos resta aos neurônios

 
A difícil tarefa do apaziguamento.

 
Esquecer é limpeza da alma, diversão garantida.

 
Desprezar o que não tem mais interesse, bem enorme!

 
Melhor ainda é deter-se apenas em felizes acontecimentos,

 
Diamantes lapidados no tear da vida,

 
Pautam todo um futuro, ainda que, insondável...
 
Célia Rangel

23 comentários:

  1. Imagens lindas, em palavras, para os mistérios da mente humana. O "arquivo", organiza-se com perfeição! Uma maravilha!

    Beijos, Célia,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  2. Célia que texto maravilhoso, inteligente nos faz refletir, parabéns beijos

    ResponderExcluir
  3. Poema sobre neurociência e psicologia! E ficou pra lá de bom. Parabéns, Célia!

    ResponderExcluir
  4. Olha o que eu li amiga: Se você quizer acabar com um problema, pare de falar dele!
    Sua mente afeta sua boca e sua boca afeta sua mente.( Joyce Meyer) Serviu para mim! Beijos

    ResponderExcluir
  5. É Célia os neuronios sofrem muito viu, ultimamente os meus estão em curto rsrsr e a memória nem fala, tem muitas senhoras de 90 anos me dando baile, sou muito ruim de memória, mas como seria bom ter um filtro né, e só deixar registradas as coisas boas nela! Bom diaaaa! Bjooos

    ResponderExcluir
  6. Novamente brincando com as palavras com toda propriedade; resultado: texto delicioso..para ler e refletir! bjos

    ResponderExcluir
  7. Genialll seu poema querida! Adoreiii!
    Estou voltando aos meus blogs e encontrando lindezas como este seu poema, que alegria...bom final de semana, beijinhos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  8. A mente humana sempre nos surpreende.
    Vivemos com ela e quase não nos apercebemos, mesmo sendo tão dependentes dela.
    Um belo texto para meditar na sua real existência em nós.



    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  9. Olá querida Célia! Um beijo no seu coração. Sempre com belas publicações para nos encantar o coração e satisfazer nossas almas. Te parabenizar é ser repetitivo sempre. Mas por favor, me permita ser e, novamente dizer, Parabéns minha amiga.

    ResponderExcluir
  10. Célia,

    Muito boa a reflexão! Fiquei aqui pensando como seria interessante zerar o nosso disco rígido, formatar e limpar os vírus que nos impede de ter um bom desempenho.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá!Boa noite!
    Célia
    Tudo bem?
    ...muito belo e reflexivo.Gostei, principalmente, quando foi dito que esquecer é limpeza da alma... quando as ondas cerebrais e mentais ficam muito agitadas, ninguém entende ninguém, não é possível chegar a nenhum acordo ou compreensão, portanto, purifique seus pensamentos e assim seus sentimentos e seus problemas e sofrimentos vão diminuindo...
    Obrigado!
    Belo final de semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Amei esse texto Célia muito bem construído, inteligente e sábio só mesmo uma grande mestra poderia escreve-lo com essa grandiosidade.

    Um forte abraço dessa humilde aluna e admiradora que aprende lendo você,

    Regilene

    ResponderExcluir
  13. OI CÉLIA!
    PALAVRAS DE PURA SABEDORIA.
    DE QUE ADIANTA GUARDARMOS LEMBRANÇAS QUE NOS FIZERAM SOFRER?
    MELHOR DEIXÁ-LAS IR, NESTA SELEÇÃO QUE A PRÓPRIA NATUREZA FAZ POR NÓS.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
  14. Oi Celia querida,
    Vim agradecer o carinho, obrigada por estar sempre presente nos meus dois blogs.
    Você é uma amiga muito especial que eu tenho guardado no meu coração.
    Agradeço a Deus por ter conhecido você, parabéns pela postagem.
    Que seu final de semana seja lindo.
    Beijos e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  15. Estou a 7 anos na blogosfera : A viagem é o casula
    hoje completando 2 anos de vida.
    Quantos momentos alegres e triste também
    faz parte da nossa jornada.
    Deus permita muitos anos de vida para mim e meu blog
    um mundo fantástico.
    Onde nossas amizades sem face completa de maneira
    sobrenatural minha vida.
    Obrigada pelo seu carinho por fazer parte da minha caminhada
    muitas vezes cansada ou meu caminhar um pouco mais lento.
    Hoje deixo na postagem mil carinhos para você
    um mimo desse dia feliz.
    E o sorteio de mais 2 livros meus não
    importa qual Pais será ganhador receberá com certeza com muito amor.
    Pode até pensar porque sorteio tantos livros meus não é mesmo?
    Por ele ser bom e de alguma forma deixar um pouco de mim para vocês.
    Meu eterno carinho.
    Um feliz final de semana.
    Beijos na alma e no coração.
    Evanir.
    Estou só esperando você com muito carinho.

    ResponderExcluir
  16. Adorei Célia querida


    Lembrar só das coisas boas....
    Seria muito bom.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  17. Excelente este Poema ! Gostei muito !

    ResponderExcluir
  18. Olá Célia, é bom lembrarmos de contar
    só o tempo das boas lembranças!
    Bela poesia mensagem!

    Beijos!
    http://vilmapivafotos.blogspot.com
    http://vilmapivablogspsot.com

    ResponderExcluir
  19. Querida amiga, parabéns! Tudo o que você tem produzido está maravilhoso, denso, claro nas entrelinhas, escrito com o coração vibrando e com a mente a mil. É por isso que te amo e respeito como nunca. Deus te abençoe! pena não conseguir escrever o comentário, não sei o que faço, mas me atrapalho. Mas, não deixo de lhe dizer,tá. Um beijão carinhoso,Bela.

    ResponderExcluir
  20. Celia,vc é mesmo um show de poetisa!Quanta criatividade e adorei essa poesia da luta entre o esquecimento e a lembrança!Seria bom só lembrar dos bons momentos!...rss...bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  21. Minha amiga querida e sempre presente, amo ler seus comentários lá no meu espaço e ainda mais ler aqui postagens assim!
    Sempre gosto de me lembrar de tudo, mesmo as coisas ruins, pois acredito que até nisso há aprendizado, eu mesma sei o quanto aprendi e acredito que também é assim contigo, embora nem seja preciso ficar a remoer,mas nos lembrar para sempre recomeçar, a Vida é um eterno recomeço né mesmo?
    Célia, lindo seu texto/poema, como todos os que aqui postas com tanto esmero!
    Lembranças e esquecimentos, sim, são como dizes, inimigas mortais!
    Ah, mente, nossa mente é mesmo um grande mistério!!!
    Grande abraço minha amiga!

    ResponderExcluir
  22. Esse chip precisa estar sempre em uso, claro que com o tempo de uso alguns arquivos ficam mais difícil de ser abertos.

    bela postagem.

    Bj

    ResponderExcluir
  23. Quem dera tivéssemos o controle total dessa triagem...
    Muito boa sua reflexão, Célia. Um abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.