segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Vida que se renova

Devaneio de verão
Ardente
Não pensei
Mergulhei
Sem nenhuma proteção
No veraneio do meu coração
Abriguei o amor
Na cabana de nosso refúgio
No olhar
Falamos 
 
Célia Rangel


8 comentários:

  1. Lindo,como sempre,Célia! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Que lindo começo de ano, lendo seu lindo poema, falar no olhar é mágico, divino!
    Grande abraço minha querida amiga Célia!

    ResponderExcluir
  3. SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
    DESSA AMIGA DAS LETRAS !!!!!!
    NOVO ANO TRAZENDO SEUS MAIS RICOS PENSAMENTOS DEDILHADO EM FORMA DE POEMA...DEIXO AQUI MINHA AMIZADE PARA MAIS UM ANO...
    BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema,
    "Na cabana do nosso refúgio
    no olhar falamos".
    Perfeito.bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá, ilustre amiga Célia!

    A vida tem de se renovar sempre seja material, afetiva ou espiritualmente para que renasçamos a cada dia.
    Poema encantador e belo!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Minha querida

    Todos os dias há um novo amanhecer, temos que o viver em pleno, porque a vida é tão curta.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Quanto prazer, numa amorosa renovação!

    Que se renove, dia a dia, este prazer...

    Um beijo,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  8. Este seu coraçãozinho hein? Bate, bate e bate. Lindo poema! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.