quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Ir. Afiliado ao Instituto Marista, in memoriam

 
Décio,
Sai de cena
Alguém que muito amou,
Que se doou integralmente,
A viver bem.
Doce, terno, ouvinte
Nunca fugia de uma palavra amiga.
Critico, também, claro...
Aplaudia os merecidos,
Ignorava os sanguessugas.
Era um bom fermento na massa.
Deixa Exemplo.
Deixa Vida.
Deixa Saudades.
Leva amor e gratidão de muitos,
Prepara caminhos para nossa chegada,
Perfeito anfitrião nos esperará,
Com sua elegância natural
E, sua marca registrada,
Do aroma de uma fumaça no ar...
Envolvente, inebriante, amorosa...
Aos seus familiares e amigos!
 
Célia Rangel / Fevereiro/2013


24 comentários:

  1. Triste momento para amigos,parentes. Que ele descanse! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Linda homenagem, minha amiga querida. As lembranças povoaram minha mente durante todo o dia. Mesmo dando aulas ou preparando-as para amanhã, vinham-me imagens tranquilas, boas do nosso querido Décio. Ele está bem agora, não merecia sofrer no final de uma vida tão bonita. Peço a Deus que dê muita força para a Neida e para a Claudia, que Nossa Senhora Boa Mãe ilumine a cabecinha daquela menina e dê paciência à Neida. E vamos seguir, né, amiga, pois o que fica é o exemplo de um ser humano especial. Gabriela, profª marista.

    ResponderExcluir
  3. Uma bela homenagem póstuma!
    Meus sentimentos, Célia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá Srta! Uma linda homenagem, cheia de otimismo como a luz deve ser! abraços

    ResponderExcluir
  5. Difícil quando alguém parte...
    Beijinho solidário.

    ResponderExcluir
  6. Recebi, com grande pezar, o falecimento do meu grande e admirado amigo Décio.
    Tive a oportunidade de partilhar especiais momentos, que muito me engrandeceram como pessoa.
    Estava acompanhando de perto, sua luta pela vida,com um grande testemunho de fé, simplicidade e amor a Maria.
    Tenho certeza,dos muitos significados deixados na sua caminhada...
    Agradeço, o privilégio dessa convivência!.
    "A morte é mudança de vestimenta... A alma que estava vestida de sombra, vai ser vestida de LUZ"
    Um fraterno e saudoso abraço! Mirian Gross

    ResponderExcluir
  7. Prezados amigos e amigas.

    Com grande pesar comunicamos o falecimento de Décio Soares de Carvalho, afiliado ao Instituto pelo Grupo Marista desde 1985. Sua trajetória marista, construída ao longo de mais de 50 anos, teve início com os serviços prestados à secretaria do Colégio Marista de Ribeirão Preto. Também contribuiu por muitos anos na catequese e na pastoral, preparando turmas para a Primeira Eucaristia e Crisma, realizando encontros de jovens em Brodósqui e auxiliando os Irmãos em encontros vocacionais em Ribeirão Preto e Campinas.

    A respeito de sua afiliação, Décio escreveu: “Esta afiliação me fez pensar muito como seria meu jeito de ser afiliado, e a conclusão que cheguei é que devo ser como Champagnat, entregar-me à Boa Mãe e crescer na fé”.

    Ao longo de sua vida, devotada à missão marista, Décio foi testemunho de uma autêntica simplicidade na sua forma de ser e de se relacionar. Seu comprometimento com o legado de Champagnat e seu amor pela evangelização de crianças e jovens inspira a gratidão e o reconhecimento de Irmãos, Leigos e Leigas pela maneira singular com que viveu esse carisma.
    Lúcia Lima P. Coelho - CEVM - Centro de Espiritualidade e Vivência Marista.


    ResponderExcluir
  8. Sra. Neida & família, estamos unidos ao Bom Deus e à Boa Mãe, na oração e na prece, afinal: “Eu aprendi que sempre posso fazer uma prece por alguém, quando não tenho forças para ajudá-lo de alguma outra forma”, cf. William Shakespeare (1554-1616), dramaturgo e poeta inglês. “Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós e vivem em nós para sempre”, afirmou Luís Vaz de Camões (1524 —1580), grande poeta português. Que belo legado, Décio, nos deixou!
    Recebam as mais fraternas condolências dos Irmãos da Província Marista do Brasil Centro-Sul, especialmente dos Irmãos e leigos/as do Setor de Vida Consagrada e Laicato / SVCL.

    Ir.Benê Oliveira, fms




    ResponderExcluir
  9. Boa noite minha amiga das letras !
    Razão e emoção,faz do teu post uma grande homenagem póstuma
    com inspiração aos sentimentos maior...
    bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Quero exprimir, nesse momento, os meus mais sinceros pêsames pelo falecimento do Décio Soares de Carvalho . Gostaria que esses pêsames fossem transmitidos à sua família e a seus amigos. Décio foi uma dessas pessoas do meu relacionamento que sempre admirei pela sua retidão, pelo seu amor à causa marista e pela sinceridade de sua amizade para comigo e demais pessoas . Que o Bom Deus o tenha a na sua glória. Requiescat in pace. Cordialmente, Ir. Estêvão Müller

    ResponderExcluir
  11. Célia, precisamos neste momento estarmos unidos a Cristo, razão do nosso existir, sabemos que a morte é apenas uma passagem para que voltemos a Caa do Pai.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Linda homenagem Célia, que Deus conforte os familiares desse seu amigo! Abraçosss

    ResponderExcluir
  13. Tinha muita simpatia por ele, e agora o conheci melhor! Vai enriquecer o Reino de Deus, com certeza! Bela homenagem!

    ResponderExcluir
  14. Amiga Célia querida, bem difícil a despedida de amigos, sempre os queremos por perto, mas como cada um tem o seu dia de ir temos de aceitar e confortar os que ficaram, no caso os familiares convivas!
    Grande abraço e é lindo o seu poema em homenagem!

    ResponderExcluir
  15. Célia, venho lhe desejar um ótimo fim de semana com as bençãos de nosso Deus!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  16. Querida Célia! Sou a Dôra, sobrinha do Décio. Fiquei sabendo do seu blog pela minha amiga Bia.
    MARAVILHOSA a sua homenagem! Você conseguiu captar e passar pra todos, a essência do meu querido tio Décio !!!
    Amei!
    A saudade já está batendo, mas tento me lembrar das coisas que me ensinou desde pequena.
    Quem sabe, um dia, como você disse tão bem, nos encontraremos com o "Perfeito anfitrião,com sua elegância natural e sua marca registrada, do aroma de uma fumaça no ar...
    Envolvente, inebriante, amorosa... "

    Abraço!

    Dôra

    ResponderExcluir
  17. Admirável, Célia Rangel

    Não é fácil desperdirmos dos amigos, principalmente, pela dor da saudade. Mas, tenho que render à vós, o sentimento de nobreza, por esse seu gesto.
    Quero desejar-te saúde, e, paz.
    Bom fim de semana.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. São sempre situações muito comoventes.
    Mas é o destino!

    Beijinho para si!

    ResponderExcluir
  19. Oi Célia querida


    Você sempre delicada em suas palavras.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  20. Minha doce e querida Célia; nada mais a acrescentar, apenas dizer: palavras por você escritas com a alma, minha querida. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  21. Oi Célia,

    Sem palavras para o texto! Quero falar que a dor não os vencerá, mas deixará pedaços de nós fragmentados. Que Deus console e receba o meu carinho na sua perda.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi tia Célia, é a Cláudia, obrigada pela homenagem feita ao meu querido pai, minha mãe e eu estamos muito gratas.
    É com a ajuda do carinho de pessoas que conviveram com o papai que estamos enfrentando essa dor.
    É uma saudade que faz doer o peito...

    ResponderExcluir
  23. Celia,eu não o conheci mas senti um grande pesar tb por entender a alma desse homem em sua bela homenagem!bjs e meus sentimentos,

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.