quarta-feira, 24 de abril de 2013

INTERVALO




 

No poupar das emoções

curto meus sonhos

e, dou espaço para que

você curta os seus.

 

Não me leve a mal se,

de repente, eu inverter os papeis e,

sobrar muita preocupação e,

pouco amor consciente ou inconsequente.

 

Nas ondas magnéticas do meu mar interior

surge sempre o seu individual em confronto ao meu planeta.

 

Quebro ondas que se agigantam em uma progressão imensa

descompensando nossas vidas – nossos amores.

 

Sonho nossos pensares, individualizo nossos desejos.

Sou chama acesa para acalentar você: - Aqui estou.

 

O meu divino e o meu humano concebem-nos – na alquimia do sagrado.

Não é um ideal – é a minha verdade – a ser transformada em – nossa.

 

Célia Rangel

22 comentários:

  1. Querida amiga! Que texto lindo! Tão cheio de sentimento! Gostei muito! A semana que passou estive envolvida em muitos problemas de ordem pessoal e não consegui visitar e/ou responder comentários! Peço perdão! Estou tentando normalizar....
    Obrigada pela amizade e pelo carinho!
    Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  2. Para que a harmonia ocorra, na união de duas almas, é preciso, necessariamente, que haja o respeito à individualidade de cada um dos amantes. O espaço, tem que se fazer presente...sempre, para o bem de ambos, numa perfeita comunhão de idéias.
    Li dessa forma, a sua realista poesia, Célia!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. E tudo reside na liberdade, no respeito e na compreensão. Tempo para o eu e para o nós, sem significar distanciamento. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Lindo, muito lindo este texto !

    ResponderExcluir
  5. Linda e tão bem inspirada poesia! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. Verdades transformadas em poema inspirado. Valem leitura e releitura. Abraço grande.

    ResponderExcluir
  7. Linda Célia, bom dia!
    Que lindo poema, as "ondas gigantes" do nosso "mar" interior que vez ou outra nos faz sentir tão pequenos e indefesos diante de tudo, até do amor, conflitos individuais, quem nunca os teve?
    Amei seu poema e bem colocadas as palavras!
    Grande abraço amiga querida!

    ResponderExcluir
  8. Divina poesia! As ondas do mar se contraem mas voltam a sorrir, apos terem entendido que do amor tira-se as superações! abraços

    ResponderExcluir
  9. BOM DIA MINHA QUERIDA AMIGA DAS LETRAS!!!!!!!!!!!!!
    LINDO DIA COM O ODOR DA BRISA DA MANHÃ!
    O FRIOZINHO GOSTOSO QUE MINHA TERRA TRANSPORTA HOJE PARA TODA PARAÍBA,DEIXO-ME LEVAR COM ELE ATÉ VC.
    E LENDO MAIS UM DOS TEUS ESCRITOS,FICO ME IMAGINANDO,O TAMANHO DO SEU POTENCIAL NA LITERATURA.SEMPRE TÃO CORRETA NA HORA DE TRAZER UM TEXTO EM FORMA DE POESIA...
    BJS DE BOM DIA !

    ResponderExcluir
  10. Muita inspiração Celinha, muito lindo =)

    ResponderExcluir
  11. Oi Célia
    Lindo e intenso texto! Quando vi só o título que apareceu no meu blogger levei um susto kkkk, pensei que vc iria dar um tempo, tem tantos blogueiros amigos fazendo isso.
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Celia,uma poesia profunda e de grande respeito pelo outro.Eu adorei!bjs,

    ResponderExcluir
  13. Bravo!!!

    Que maravilha ler esse texto hoje.......

    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Parabéns Célia pela poesia!
    Intensa e profunda!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  15. Um poema espiritualista: ser humano e Deus em conformidade com a metafísica. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  16. Eitcha, nóis! Como escreve bonito! Já desisti de fazer lista de todos os seus versos que eu gostaria de ter escrito, Célia. Perdi a conta faz tempo. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Célia, queria lhe pedir um favor,
    como suas poesias são belíssimas e reflexivas, queria poder postá-las em meu blog, claro se não for incomodar, por isso queria te pedir essa permissão...
    Aguardo sua resposta, grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Autorizadíssimo, meu caro Anderson! Distribuo meus dons com muita tranquilidade, pois sei que nada é meu... Enviei-lhe e-mail. Grande abraço, Célia.

      Excluir
  18. É difícil compreender o rumo da vida em alguns momentos.
    Mas de uma coisa não se pode esquecer:Nada é a toa.
    Às vezes,
    o melhor parece ser o pior, e o certo aparenta ser errado, mas tudo faz parte,
    tudo contribui ao crescimento e tem um porquê.
    Viver vai muito além de explicações e ultrapassa todo e qualquer entendimento.
    O IMPORTANTE É SER FELIZ! SEMPRE.
    Deus esteja sempre presente em sua vida.
    Um feliz e abençoado final de semana.
    Beijos no coração carinhos na alma,Evanir..
    Em tempo::Agradeço o carinho
    das palavras deixadas com tanto amor
    na minha viagem.
    Agradeço de coração ,
    e saiba você é uma parte da minha vida.
    Amiga esta tudo bem?

    ResponderExcluir
  19. Oii Célia, me fala como vc consegue?! Me impressiono com o seu dom! Parabéns! Bjooooss

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, Célia.
    Eu também vou curtir as minhas emoções. ( rsrsrs )
    Quero te desejar um fim de semana muito para você.
    Felicidades.

    ResponderExcluir
  21. Oi Célia!
    Linda poesia, cheia de encantos, intensa nas palavras que vem da alma.

    Bjs querida e Uma Feliz Semana

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.