quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Abstraindo...


 


Se nos originamos de relações

Se fluidos geraram e alimentaram

Harmonizando fontes da vida embrionária à adulta

Limitando o eu, você e os outros

Na humana individualidade

O desfrutar da sabedoria não  faz o individuo sábio

Pois, todo equilíbrio vem do compasso da alma

Ao ouvir a voz do silêncio interior

Deixando aflorar a criança intuitiva no discernimento

De uma reação positiva sobre todas as formas de vida

Interligando amores e possibilidades de afetividade

No relacionar-se com autonomia.

 

Célia Rangel


“Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta.”

Carl Jung
 

14 comentários:

  1. Dá-lhe, Célia junguiana! :) Gostei muito. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Quer dizer que quanto mais eu me abstraio, mas me concretizo ?? Profunda a sua filosofia. Abração, Célia!

    ResponderExcluir
  3. Célia, que interessante são os nossos sentidos... percebemos tantas coisas!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. A intuição é por vezes banida, e o conhecimento que alçaria voo, não sai do lugar! abração

    ResponderExcluir
  5. Gostei disto Célia, uma interessante filosofia, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  6. Harmonizar é tudo de bom! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  7. É do nosso silêncio na quietude de nossa alma que tomamos as melhores decisões. Muito profundo! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Célia, Querida

    Se nos abstrairmos do que "queremos ter" para vivermos a simplicidade das coisas, certamente encontramos a harmonia que, muitas vezes, não sabemos ter.
    Perfeito.



    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  9. OI CÉLIA!
    EM NOSSO EU, MAIS PROFUNDO, ESTÁ CONTIDO NOSSO TODO, ENTÃO, NADA ADQUIRIMOS, APENAS NOS APERFEIÇOAMOS...
    NOSSA AMIGA, TEU TEXTO É TÃO PROFUNDO QUE NOS LEVA UM RACIOCÍNIO INEVITÁVEL, SOBRE NÓS, A VIDA...
    CÉLIA, FICO SEMPRE ESPERANDO TUA VISITA NO "SÓ PRA DIZER", PARA FALARES NA MÚSICA QUE COLOQUEI E SEMPRE O FAZES, MUITO LEGAL.
    ABRÇS
    http://zilaaniceli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!Boa noite
    Célia
    Abstração, Jung...muito bom.
    Jung afirmou: “O ser humano moderno é rico em conhecimento, mas pobre em sabedoria...”, por isso penso que quanto mais descobrimos de nós mesmos, percebemos o quanto ainda podemos descobrir de nossas necessidades emocionais. É uma tarefa que envolve nosso inconsciente por isso requer muito diálogo interno. E sem consciência de suas necessidades emocionais, utilizam máscaras, um processo inconsciente como proteção e defesa da dor. Vivemos como se essas máscaras fossem nossa essência, o que não é verdade, pois nossa essência está quando dispomos a nos conhecer.
    Para atingir o estágio de harmonia interna e paz interior é preciso comprometimento em querer realmente se conhecer, sem resistências...em harmonia conosco mesmo, harmonia com o todo.
    Pode se afirmar que o autoconhecimento é a base para o encontro com a verdadeira sabedoria.
    Obrigado pelo carinho
    Belo final de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Sentimentos muitas vezes fazem perder o rumo.A vida é assim cheia de incógnitas.Uma infinidade de sentimentos que vivenciamos todos os dias.

    ResponderExcluir
  12. Escutar a voz interior é essencial ao desenvolvimento. Quem não faz isso pode pagar caro.
    Abraço.
    Jorge

    ResponderExcluir
  13. Olá Célia, estou seguindo você!

    Querendo me seguir http://www.blogdocarloshamilton.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Célia, eu achei lindo seu poema e, mais uma vez, aprendo com você.
    Voltar-se à nossa essência é mesmo fundamental para encontrarmos respostas a inúmeros questionamentos sobre um "universo" de coisas.
    Valeu, menina!
    Beijo!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.