quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Descobri...

(imagem internet)
 
 
Que amei demais...
Que me aborreci demais.
 
Que importunei demais,
Que aprendi demais,
Coisas inúteis...
 
E que...
Deixei de me encantar
Com a magia de tudo!
 
Deixei de ter esperança
Nas pessoas...
Cobrei demais!
 
Que me tornei amarga demais.
Isolei-me. Ocultei sentimentos...
 
Que fantasiei demais...
E sonhei demais!
 
Então... desnudo-me:
Quero amar sempre.
Aprender como nunca.
Encantar-me com tudo e todos.
Avivar minha fé e esperança,
No outro!
 
Ser dócil e meiga o bastante...
Para ser gente e entrelaçar-me
Com o outro!
 
Sonhar e realizar–me com
Minhas fantasias...
E assim, viver em êxtase,
Pela vida, com a vida!
 
O importante disso tudo,
É que... descobri a tempo!
“O Tempo...”
Hoje, meu maior aliado! 
Eterno cúmplice...
 
 
Célia Rangel
 
 


6 comentários:

  1. Olá amiga Célia...
    Gostei do seu poema.
    Acho lindo quando percebemos que precisamos mudar algo... A verdade é que a vida é um grande aprendizado. Com o tempo vamos aprendendo a viver melhor, a errar menos, a acertar mais.
    Ainda bem que ainda temos...

    Agradeço por sua carinhosa visita ao meu Inspiração.

    Beijos em seu coração!

    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Viver sem medo de ser feliz! Amar, partilhar, conviver e quando o tempo acabar, aí não temos o que fazer, só aceitar! Beijos

    ResponderExcluir
  3. "Isso é viver, é aprender, Hakuna Matata!!!" ;) beijão

    ResponderExcluir
  4. Oi, Célia! Também sinto o tempo como aliado. Lindo poema! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Célia que depoimento poético fantástico, a vida é breve demais temos que deixar muitas coisas pequenas de lado e dar valor as que realmente farão a diferença, amei a frase final "Descobri o tempo a tempo" tudo de bom esse texto! Parabéns! Bjinhossss

    ResponderExcluir
  6. Célia, que magnifica é o dom da vida, que nos permite realizar tantas coisas e também de sentir, devemos pois aproveitá-la da melhor maneira...
    Grande abraço e ótimo final de semana!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.