terça-feira, 24 de setembro de 2013

Meu Sol













 

 

Pensei que você fosse meu sol

Ilusão

Cada um é seu próprio sol

Certeza

Se eu brilho com intensidade

Alegria

Se me escondo em nuvens

Medito

Logo ressurjo em meu caminho

Fidelidade

Celebro a cada dia meu amanhecer

Persistência

Entrego-me ao final da trajetória diária

Ao Pai – Ele meu Sol!

 

Célia Rangel

 

25 comentários:

  1. Linda poesia e conclusão! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! Quanta beleza e doçura em cada palavra!!!
    bjs
    anacosta

    ResponderExcluir
  3. Parabéns... Célia, que lindo, escrita com sabedoria no coração e na alma!!! BELO!!!

    BJS! Maria Machado

    ResponderExcluir
  4. Lindo Célia, é mesmo assim, nossas afirmações de vida, com fé sempre conseguimos ver além, nosso sol que nos aquece e irradia assim a nossa luz!
    Amei!
    Abraços minha amiga linda!

    ResponderExcluir
  5. Muito bonita sua poesia e final maravilhoso! bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  6. «Cada um é seu próprio sol» - é isso mesmo, Célia amiga!

    ResponderExcluir
  7. Lindo demais Célia!
    Um beijo grande e obrigada pela sua visita ;)

    ResponderExcluir
  8. e no dia seguinte, eis que se torna SOL novamente. O recolhimento do individuo, deixando a Lua brilhar, torna-o grande para um novo amanhecer. Sempre!

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Célia
    Lindo o final do seu poema e o decorrer dele é real!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  10. A sensibilidade está em cada um de nós, lindo. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  11. Minha querida

    Que esse sol te ilumine sempre.Maravilhoso e doce este poema.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, querida amiga Célia.

    Amei seu lindo poema.

    Feliz primavera.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Célia um lindo poema , sucesso sempre..Reine a paz na sua vida. bjs.

    ResponderExcluir
  14. Verdade Célia, cada um é seu próprio sol, e assim decidimos brilhar ou viver em nuvens! Adorei! Bjoossss

    ResponderExcluir
  15. Admirável, Célia.

    Linda.
    Maravilhosa.
    Uma poesia extravagante. Amei.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  16. Apoiado! Ninguém nasce pra satélite. Somos todos estrelas da mesma galáxia. Beijos, Célia!

    ResponderExcluir
  17. Olá!Boa tarde
    Célia
    Que lindo...
    sim, penso que cada pessoa é seu próprio sol, e assim decidimos brilhar ou viver em nuvens... e a cada manhã, a oportunidade que Deus concedes aos filhos para que possam possuir o seu próprio brilho ... com uma vida de aprendizado e com conhecimento em evidência,conseguir dessa forma conseguir compreender melhor determinadas atitudes do que outras, iluminando o mundo de forma singular...
    Agradeço pelo carinho
    belo dia
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Cada um é o seu próprio Sol, mas também somos o Sol de amor dos nossos familiares e amigos.
    Precisamos de acreditar no amor e no Sol que se levanta todos os dias e brilha para todos de igual modo.

    ResponderExcluir
  19. OI CÉLIA!
    LINDO TEXTO, POIS EMBORA PASSEMOS A VIDA A PROCURA DE BRILHANTES SÓIS, ELE SÓ SE ENCONTRA VERDADEIRAMENTE NO "PAI" CELESTIAL. O BOM É QUE A PARTIR DA CONSCIENTIZAÇÃO DESTA VERDADE,TENDEMOS A IRRADIÁ-LO PARA QUEM NOS CERCA.
    LINDO DEMAIS, CÉLIA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/...

    ResponderExcluir
  20. Beleza de poesia!
    Parabéns, Célia, e obrigada por esse brilho no meu fim de tarde.

    ResponderExcluir
  21. Ninguém pode nos iluminar senão nós mesmos, ainda que essa luz venha de quem conosco convive. Terminou seus versos divinamente. Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Lindo poema! Se não tivéssemos este Sol Maior, o que seríamos de nós? Ele que nos faz brilhar e encarar a vida! Beijos

    ResponderExcluir
  23. Querida amiga
    Vim agradecer a sua carinhosa visita ao meu cantinho!
    Que Deus abençoe e guarde hoje e sempre!
    Com carinho
    Abraço amigo e muito obrigada pelo carinho de sua amizade!
    Maria Alice

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.