sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Minha Vida na Sua


 

 

 
 
 
 
 
Você não morreu.

Sua presença foi (e é) tão forte,

Que o significado da minha vida

Completou-se na sua.

 
Apenas, adiamos um novo encontro.

A estrada poderá ser a mesma,

Mas evidente que o caminho será outro,

Repleto de recordações felizes.

 
O valor dessa viagem...

Não se paga antecipadamente, não se parcela,

Não se usa meios de transportes algum,

Transcende-se somente em amores...

 
A data?

Cada um tem a sua validade...

 

Célia Rangel

 

 

15 comentários:

  1. Olá.

    Fim de semana. Feriado. Para uns, alegrias planejadas. Para outros um estado de concentração, para saudar a Saudade, de tantos outros que estam no andar de cima. Mas, independente do estado espiritual em que esteja, eu te saudo com Paz e Contentamentos.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente devemos ter consciência dos prazos de validade dos nossos mais próximos, rezemos também por aqueles que já se foram,
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. OLá, Célia!
    Belo seu poema em homenagem a alguém que se foi e a certeza que tem em reencontrá-lo um dia, pois esta é uma esperança que alegra o coração de quem crê.
    um grande abraço carioca


    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Célia. Sinto a , esmagadora coisa em relação aos que se foram. Lindo post!

    ResponderExcluir
  5. Célia amiga linda, acho que todos nós, seres humanos, estamos com o coração assim, sensibilizado pela "ida" de pessoas amadas e queridas, embora nossa alma sempre sabe que não há separação, que "eles" sempre que podem nos visitam, matam a saudade, isso é gratificante.
    As lembranças deixadas viram poesias em nossas vidas!
    Abraços, amei ler aqui!

    ResponderExcluir
  6. Bonita homenagem, Célia. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  7. BOM DIA MINHA AMIGA DAS LETRAS !
    MUITO BELO SEU POETAR.
    SÓ A POESIA PURIFICA O LADO ESCURO DAS NOSSAS TRISTEZAS...
    APROVEITO PARA TE DIZER QUE HOJE A PARTIR DAS 15:OO horas ESTAREI COM MAIS UMA POSTAGEM NO BLOG DA CATIAHO,DESTA VEZ FALANDO DA ARTE SURGIDA PELAS MÃOS E,SEI QUE VOCÊ VAI AMAR ESSA MATÉRIA..
    BJS
    http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Linda homenagem ao seu amado! Beijos

    ResponderExcluir
  9. Um bonito Poema num dia em que recordamos com saudade os que já partiram e que nós amámos .

    ResponderExcluir
  10. Olá, Célia. Que linda homenagem! O que importa, são momentos felizes que ficam para sempre. Bjos e boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Célia.

    A Terra é uma estação na qual estamos sempre em trânsito, cada um embarcando ou desembarcando conforme seu tempo e necessidade. Não existe adeus. Apenas, até breve. A evolução é nosso destino, desencontros momentâneos, encontros inesperados, reencontros agendados... Eis a viagem da alma humana.

    Um abração e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Célia.

    A Terra é uma estação na qual estamos sempre em trânsito, cada um embarcando ou desembarcando conforme seu tempo e necessidade. Não existe adeus. Apenas, até breve. A evolução é nosso destino, desencontros momentâneos, encontros inesperados, reencontros agendados... Eis a viagem da alma humana.

    Um abração e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  13. Também tenho alguns encontros marcados com pessoas queridas que se foram antes de mim, Célia. Enquanto a hora não chega, vou conversando com suas imagens que moram no meu coração. Beijos!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.