quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Nada mais sinistro que certas hipocrisias...



















Não se manifeste pós minha passagem...

Se fui boa, solidária, amiga,

Ame-me em vida!

Depois... já se foi...

De nada mais adianta...

Murmúrios saudosos,

Textos com honrarias,

Prossiga apenas a sua vida,

Que eu já percorri a minha.

Outro plano me espera,

Sigo feliz,

Realizada.


Célia Rangel

* Dedico aos meus que um dia convivemos no profissional e no pessoal.

10 comentários:

  1. Quando a chuva
    Encharcar nossos ossos
    E fizer silêncio sobre nossos túmulos
    O que saberemos
    Da vida que tivemos?

    Nossas cicatrizes
    estarão para sempre
    Ocultas

    E nossas frases derradeiras
    Serão repetidas
    Por mais algumas semanas

    Depois o esquecimento
    De tudo aquilo que fomos
    Um esquecimento puro e simples
    Que pouco a pouco
    Nossos nomes
    Vão apagando...

    ResponderExcluir
  2. Amiga Célia, pois é, viver e deixar viver, nada que é feito depois que daqui nos formos não adianta mesmo, quem nos ama que seja aqui e agora, do contrário que sigam cada qual com sua vida!
    Abraços minha amiga poetisa!

    ResponderExcluir
  3. A amizade, o carinho, os cumprimentos... tudo deve ser concedido enquanto a pessoa convive conosco. Sempre lamento quando vejo certas homenagens póstumas, já que, em vida, seus merecedores não tiveram reconhecimento por seus feitos. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Concordo. Que seja em vida, a tempo, às claras! Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito Célia!! Concordo. Obrigada amiga por partilhar! Uma boa noite e todo carinho para vc. Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Concordo com isso, Célia. Vou voltar pra puxar a perna de todos os "muy amigos" que falarem bem de mim depois de morta. :) Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Célia.

    Grande verdade. A hora é essa, esse é o dia; amanhã pode ser tarde e muitos de nós, não tardarão, aguardando tardias honrarias póstumas. A vida precisa seguir, aqui e do outro lado.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  8. Depois que morre todo mundo vira Santo, pelo menos na boca de quem vai ao velório! Hahahahaha, também não quero isto, affff gente falsa!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, Célia. Concordo! Não suporto hipocrisia, a que nos prende com uma força imensa!
    Temos de amar agora, fazer pelo nosso semelhante o que pudermos, sermos pessoas melhores.
    O convívio é algo difícil, mas é preciso ser o mais transparente conosco e com o próximo.
    Verdades sempre são bem-vindas.
    Saudades!
    Beijos na alma e lindo dia de paz!

    ResponderExcluir
  10. Pois, amiga, é em vida que tudo deve ser feito!
    Beijinho para si!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.