sábado, 3 de maio de 2014

ROTEIRO REJEITADO
















 (Flor de maio - Google Imagens)





Assim foi pensado...

Dividir os bons momentos para multiplicar
É o grande milagre da regeneração
Gerado com muito amor
Pai e mãe dividiram-se
Em entrega total
De cuidados e de ternuras

Na execução foi assim...

Depois somaram as interrogações
Os “por quês” de certas escolhas
Muito diversos do ensinado e praticado
Do seio familiar subtraído pela sociedade
Escolher vida plena
É uma equação de difícil solução
Quanta turbulência poderia ser fracionada

Na conclusão, assim...

Aos pés da sua devoção – a Mãe
Na milésima potência perdoa
E, aconchega em seu elástico coração
Um teorema nem sempre demonstrado
As dores e decepções vividas – do Filho –
Que no olhar traz a cicatriz da incompreensão
E, confessa a porcentagem dos erros do percurso traçado e desviado.

Célia Rangel


22 comentários:

  1. Oi Célia, aconchegante o seu cantinho. Parabéns. Te desejo um dia lindo. bjsss

    ResponderExcluir
  2. Linda e forte poesia, tema profundo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá, Célia.

    Bela "matemática" poética, versando a inexata "ciência" das relações familiares.

    Um abração e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhosa e reflexiva poesia, Célia.
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, sempre nos presenteia assim, sua maestria poética, matematicamente bem elaborados, a vida tem disso, as famílias se "lapidam", acredito que Deus criou esse vínculo para que todos possam mutuamente se elevarem espiritualmente!
    Abraços e tenhas um lindo sábado (adoro os sábados)!

    ResponderExcluir
  6. Mãe é milésima potência mesmo... Poema difícil, Célia. É muito profundo!
    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  7. Célia, que presente mais lindo esta poesia na semana que antecede o dia das mães.
    Um filho arrependido, uma mãe que doa seu coração por toda a vida. Lindo!
    beijos cariocas, bom final de semana.

    ResponderExcluir
  8. Benditas as Mães que o são de verdade; e não necessitam ter filhos (materiais) para ganharem o Estatuto final.
    Mãe, é Mulher com "M" GRANDE!
    Bem aventuradas!


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  9. Oi Célia, você tem uma sensibilidade incrível.
    Parabéns, Deus te abençoe.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Bom dia.

    Que todos tenhamos um dia de domingo bom. Com muito sol, paz e harmonia.
    Que o Criador, não esqueça jamais, das nossas lutas, mesmo aquelas individuais, e nos contemple com a sua piedade divina, e sobre tudo o seu perdão.
    Que a família continue sendo Sempre, o acolhimento de cada um de nós.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Olá amiga, passei para agradecer sua visita, apreciar suas postagens, poesias lindas que você escreve com a alma e o coração. Emocionante esta, mão, mulher, seres abençoados. Deus nos ama muito!!
    Deixo também essa mensagem que mais uma oração e desejo de paz, amor e felicidade.
    Se as tempestades chegarem
    e as forças lhe faltarem,
    você poderá vencer todo mal
    segurando na mão.
           _.-/`)
          // / / )
       .= // / / / )
      //` / / / /  /
     //  /     `/
    ||         /
            /
      ))     .'
      //    /
          / DE DEUS

    Se em algum momento estiver se sentindo só,
    Triste e a impossibilidade chegar,
    há ainda uma saída para você
    segurando na mão
           _.-/`)
          // / / )
       .= // / / / )
      //` / / / /  /
     //  /     `/
    ||         /
            /
      ))     .'
      //    /
          / DE DEUS
    Se você sentir falta de paz e amor
    e não suportar mais o vazio e a dor,
    você poderá ter uma vida feliz
    segurando na mão.ele é tudo em nossa vida.

    Uma abençoada tarde de Domingo e um inicio se semana de muita paz e felicidade.
    Abraços Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  12. Celia, sua poesia é a mais pura realidade da vida! Ser mãe(pai) é mesmo tudo isso: somar afeto, dividir preocupações...Linda demais sua poesia! bjs,

    ResponderExcluir
  13. Ola Celia,
    Um bela poesia onde os caminhos
    devem servir para melhor viver.
    Vim conhecer seu cantinho.
    Se quiser conhecer o meu, fique a vontade.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi minha amiga Célia, é incrível a sua capacidade de fazer brotar mel e fragrância de lavanda em cada linha que escreve.
    As ideias, os títulos, os assuntos, tudo é reflexo da tua doçura, meiguice, e vivência. Imagino o quanto vc já sofreu, imagino quanto proveito já tirou disso.
    Somos da mesma geração, conhecemos os mesmos ódios, medos, e sonhos. Somos felizes sobreviventes e fomos abençoadas em ver nossos caminhos cruzados.
    Eu, mais do que vc, ainda te divido com o ser que mais amo no mundo que é a Tatá, e acho lindo o brilho dos olhos dela cada vez que lê uma palavra escrita por vc.
    Deus te abençoe.
    Obrigada por existir.
    Mil beijos nossos.

    ResponderExcluir
  15. Que linda poesia!
    E para as mães é ainda mais preciosa.
    Um bejim e boa semana!

    ResponderExcluir
  16. Célia você se superou, isto ficou belo e profundo, nas entrelinhas a mensagem, parabéns, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  17. Bonito este avant-première para o Dia das Mães. Abraços, Célia.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Célia! Quem disse que matemática não combina com poesia? Taí a prova de que, havendo talento, combina bonito. Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Célia
    Vc é realmente brilhante com as palavras! Magnífico!
    E saiba que sempre sou sincera em minhas palavras, vir aqui e te ler depois de um dia cansativo de serviço é compensador.
    Obrigada pelo carinho de sempre.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  20. Os ensinamentos passam por um ciclo perfeito, de voltas e revoltas constantes! abração

    ResponderExcluir
  21. Sua explicação sobre nossa missão foi demais amiga, e com todos os senões não poderia ser outra. Que nossa Mãe do Céu cuide dos nossos filhos! Amém!

    ResponderExcluir
  22. Ai, cá estou para cumprimenta-la pelo dia das mães, da filha, da avó, da nora, da esposa, da professora e de tantos "da" e parabeniza-la por este belo trabalho que está abrilhantando a página do facebook do Ventura Picasso.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.