sábado, 16 de agosto de 2014

Um Novo Momento


Ainda que no inverno
 

As manhãs prenunciam


Primavera
 

Pássaros cantantes anunciam


Novo amanhecer


Um sol por testemunha


Das maravilhas diárias


Revela no espelho do rio


A explosão da vida


Ainda que incertos


Olhares viciados em desfazer


Alimentam-se do prenúncio


De um novo tempo em fazer


Só com mente aberta


Poderá se alimentar
 

Dessa clarividência!

 

Célia Rangel

 

7 comentários:

  1. Há mesmo que se ter mente bem aberta pra BELEZA PODER PERCEBER. AO INVÉS DE TUDO DESFAZER! BJS, LINDO FDS! CHICA

    ResponderExcluir
  2. Célia, lindo isso, amei ler aqui, amo a natureza e fico esperando a chegada da primavera para ouvir os cantos dos pássaros, especialmente o sabiá, eles já estão aos poucos aparecendo.
    Amo meu quintal, tem algumas arvoretas plantadas em vasos bem grandes, jabuticabeira com muitos frutos verdes por enquanto, as folhinhas da parreira estão começando a nascer, as flores da romãzeira, amoras todos os dias, não se cansam de dar,tem limoeiro, tudo estão só esperando a chuva chegar, sei que tem de economizar, mas as minhas plantas preciso regar, economizo em outras coisas não tão importantes!
    Amiga, exagerei e escrevi muito por aqui, mas me empolguei com seu lindo poetar!
    Abraços e tenhas um lindo domingo!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por este lindo poema.
    Bom domingo

    ResponderExcluir
  4. Ver no inverno os prenúncios da primavera,só mesmo em sua bela poesia,Celia! bjs e boa semana pra vc,

    ResponderExcluir
  5. LIndo poema, é um renascer de alegria, encantamento; parece que tudo renova-se!
    Boa semana, sempre um novo começo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Olhar a natureza com os olhos livres de qualquer sombra, poder perceber as belezas nela contidas e as pequenas nuances que aparecem entre uma estação e outra, é ter uma visão das bençãos divinas, Célia adorei teu poema, a tua alma vê todas estas bençãos, querida desde o começo do ano estou no corre corre duas filhas gestantes com problemas, por isto tenho falhado aqui na net, mas hoje dei um jeitinho, fazia quinze dias que não conseguia fazer nada, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  7. Oi, Célia! Estou precisando de muita clarividência pra não me preocupar com a atual seca. Nosso rio está com 80 cm de profundidade. Beijos!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.