terça-feira, 14 de outubro de 2014

PROTAGONISTA ou PLATEIA?




Tenho pressa em libertar-me

Das injustiças sociais,

Que escravizam muito mais

Que as correntes da negra escravidão.

Senzalas, nunca mais!

 

Quero casa para morar.

Quero alimento para corpo e alma.

Quero ler, receber e, dar educação...

De forma normal... sem “esmola cidadã”...

Fazer valer a Constituição!

 

Quero trocar os papéis um dia apenas...

Que o opressor sinta a vida do oprimido,

Para que eu possa saborear

As delícias de ser, viver e, saber o outro lado da vida...

Quero ter a paz e a sabedoria da sensibilidade!

 

Sem politicagem às portas das urnas...

Ter minha cabeça erguida,

Não por uma cesta básica ou algo assim...

Escambo, já está há muito fora de cogitação.

Ser e Ter eu... a mesma dignidade que tu.

 

Célia Rangel

23 comentários:

  1. Todos queremos mudanças, chega de escravidão e esmolas...O povo merce respeito e muiiiiito mais! E essas campanhas políticas estão feias, sujas, desonestas e mentirosas.Pena, não confio em nenhum!!! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Idem, Chica! Os que ai se apresentam... não me representam de modo algum!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Como nunca anulei meu voto, agora que não sou mais obrigada a votar, devido à idade,tenho mais uma razão para não "perder" a oportunidade, por estar mais livre, fazendo do meu voto um "voto útil", arriscando na opção que não seja de continuidade desse governo populista que aí está, na esperança de que haja mudanças...para melhorias reais.
    Seu texto bate fundo, Célia, ao retratar o cenário político social do país. Temos que refletir profundamente,sobre o lado de cá e o lado do Poder: por que não querem largar? Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Exatamente o que eu penso: - por que será que não querem desmamar da teta generosa? Há muito lixo por debaixo do tapete que, ao levantarem, poluiu partidos e pessoas nada politicamente corretas!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Um Poesia de intervenção muito bem criada para fazer meditar, embora se saiba que muitos reclamam e na hora da verdade recuam vergonhosamente.
    Aí, como aqui.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assumir com caráter e dignidade - eis a questão, SOL!
      Abraço.

      Excluir
  6. Um libelo pela dignidade. Assino embaixo, Celia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com seu aval crio mais autenticidade, Marcelo! Obrigada!
      Abraço.

      Excluir
  7. Adorei querida Célia, meu voto é do Aécio, chega de Pt chega de tanta sacanagem esfregada nas nossas caras todos os dias, se o Aécio vai resolver eu não sei, eu só sei que quero este PT fora do Governo! Bjossss

    ResponderExcluir
  8. Ainda hoje, vi uma charge na Folha "acionando o caminhão de mudanças saindo do Planalto"... Será? Difícil mesmo é acreditar nesses políticos com a guerra do poder na altura de seus umbigos!
    Obrigada pela participação, Kellen!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi querida Célia, vim lhe desejar uma ótima semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, o mesmo para você e família!
      Abraço.

      Excluir
  10. A inspiração fugiu de mim, por isso estive ausente por uns dias...
    Sei que tenho muitas visitas a fazer e pretendo rever com calma todos os blogs que amo.
    Por enquanto, passando para justificar a minha ausência por aqui.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  11. Mas as vezes tenho a impressão de que estou enjaulado! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente... acredito que nos querem enjaular para domesticarmo-nos.
      Abraço.

      Excluir
  12. Olá, Célia.

    Só educação de verdade para mudar para melhor.

    Feliz dia do Professor! Espero que um dia, possamos comemorar uma educação mais verdadeira e dignificante. Onde os Professores sejam valorizados e respeitados pelos alunos, pelos governantes e toda a sociedade.

    Vivas e mais vivas a todos os Professores de ontem, hoje e amanhã!

    Um abração. Parabéns!

    ResponderExcluir
  13. "Fazer valer a Constituição", essa é a resposta pra muitos de nossos problemas, Célia. Mais uma vez, você acertou na mosca. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carla pelo generoso incentivo!
      Bjs.

      Excluir
  14. Um espetacular desabafo em forma de uma linda peça poética.
    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tunin, obrigada por sua presença e comentário incentivador!
      Abraço.

      Excluir
  15. E me uno a ti nas palavras lindas desta poesia, pois não é isso que o povo precisa tão somente, de bolsas disso e daquilo, precisa de respeito, dignidade, instrução, saúde e qualidade de vida.
    Palmas para sua poesia desabafo e lúcida!
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  16. Ninguém precisaria de esmolas se tivéssemos um país que desse dignidade a todos! Educação, saúde, moradia e emprego. Sonho minha amiga, sonho.......

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.