sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Homenagem à Cecília Meireles




“Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam, mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre”. [Cecília Meireles]

“Aprendi com a primavera; a deixar-me cortar e voltar sempre inteira.” [Cecília Meireles]

“Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda”. [Cecília Meireles]

Retrato

 

Eu não tinha este rosto de hoje,

 Assim calmo, assim triste, assim magro,

 Nem estes olhos tão vazios,

 Nem o lábio amargo.

 

Eu não tinha estas mãos sem força,

 Tão paradas e frias e mortas;

 Eu não tinha este coração

 Que nem se mostra.

 

Eu não dei por esta mudança,

 Tão simples, tão certa, tão fácil:

 - Em que espelho ficou perdida

 a minha face?

 

(Cecília Meireles)

(Obra poética, Volume 4, Biblioteca luso-brasileira: Série brasileira. Companhia J. Aguilar Editora, 1958, p. 10)

 

Cecília Benevides de Carvalho Meireles foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa. Wikipédia

Nascimento: 7 de novembro de 1901, Tijuca

Falecimento: 9 de novembro de 1964, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

 

 

 

 

14 comentários:

  1. Linda amiga Célia, também aproveitei a dica do Google e postei um poema, ela disse muito para cada um de nós né mesmo?
    Amei ler os que postastes aqui!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Grande Cecilia, tb postei ela hj no blog


    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Preciso dizer que é lindo? Ótima escolha, Célia! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo Célia a sua homangem a esta grande poetisa que eternizou o Amor.
    Um abraço amiga querida.

    ResponderExcluir
  5. Muito linda a homenagem,gosto muito dela! Valeu! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. Olá querida Célia, bela homenagem a Cecília Meireles. Deixo um pensamento dela que me identifico muito! Aproveitei e fiz uma pequena homenagem a ela no meu blog.
    Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira.Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira.Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, "Há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre".
    Abraços fica na paz de Deus.

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente adoro os seus poemas! Forma tão bela e tão singela de escrever.

    Obrigada pela sua escolha, Célia amiga. Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Que citações, hein, Célia? Dá o que falar, e o que pensar.
    E esse poema é MARAVILHOSO! Bela postagem.
    Beijo, querida Célia.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Célia
    Cecília Meireles, está entre as 03 melhores, poetisas do Brasil.
    Na minha concepção. Amo.
    Desejos de bom dia de domingo

    ResponderExcluir
  10. Belos Pensamentos e linda Poesia. Cecília Meireles trata o Humanismo com imensa seriedade e leva-nos á meditação sobre a própria Vida.
    Gostei.
    Parabéns pela selecção.

    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Célia belíssimo poema e pensamentos da nossa grande Cecília....
    Sempre há o que pensar com os escritos dela. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  12. ~ ~ Grata por assinalar as efemérides com este devoto tributo, pois também tenho um enorme apreço e estimação pelo estilo e obra da querida Cecília Meireles ~ ~

    ~ ~ ~ Abraço amigo. ~ ~ ~

    ResponderExcluir
  13. Muito lindo seus poemas, suas frases! Uma riqueza! Beijos

    ResponderExcluir
  14. Junto de João Cabral, tenho Cecília como autora dos poemas mais bonitos que conheço. E pela vida dela, no que escreveu e no que foi, é minha escritora preferida.
    Bela homenagem.
    Um abraço, Célia!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.