sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Idealizações






Não sei,

mas deixa-me sentir

no toque, ou em pensamento,

que vivo você está.

 

Pela porta que você saiu

entrei para ficar

solidificando sonhos

na roda viva da vida.

 

Sobrevivo na saúde, na alegria, na tristeza

conto com meu emocional

ora afinado, ora desafinado,

é possível ser feliz, basta sê-lo.

 

A mente em desalinho,

promove certezas incertas

que, a vida nos remete

a um “delay” questionável.

 

Ainda quero, não sei se terei,

uma sintonia fina com você...

Célia Rangel

9 comentários:

  1. Tristes e tão profundos, reais os versos, vindo do coração! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Que lindos versos linda amiga Célia, sempre sonhamos em ter "...uma sintonia fina..." com quem escolhemos para compartilhar sonhos!
    Abraços apetados!

    ResponderExcluir
  3. Que belíssimo poema. Meus sinceros aplausos. Lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. Que belo poema Célia...
    "Pela porta que você saiu, entrei para ficar". Às vezes, temos de aceitar o que a vida nos reserva.
    Beijo de luz!

    ResponderExcluir
  5. Célia um poema muito sensível que me tocou no fundo do coração, lindo mesmo, parabéns, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  6. ~ ~ ~ Muito belo e simultaneamente poético e realista. ~ ~ ~

    ~ ~ Estados de espírito que são reconhecidos por todos nós.

    ~ ~ ~ Abraço amigo. ~ ~ ~

    ResponderExcluir
  7. O ideal não acho que exista; como não existe o perfeito, entre mortais. Sonhar, criar, planificar, seguir é meta que pode deixar que a sintonia seja real.
    Pena que a tristeza esteja por detrás desta bela Poesia.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  8. Bom dia querida Célia..
    somos como instrumentos musicais.. se desafinar a gente não emana bons sons..
    temos que fazer o máximo parar estar bem com a gente mesmo.. fazer acordes perfeitos para encantar nosso próximo.. abraços e até sempre

    ResponderExcluir
  9. Que belo poema de Amor Eterno! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.